Padrinhos políticos de peso têm ido pouco às ruas de Fortaleza

Duas das maiores forças políticas do Ceará, Cid e Tasso são pouco vistos ao lado dos candidatos do PSB e do PSDB, últimos colocados nas pesquisas

Daniel Aderaldo - iG Ceará |

Divulgação
Roberto Cláudio, contou pouco com Cid Gomes. Em julho, os dois comandaram um “adesivaço”

Cid Gomes (PSB) e Tasso Jereissati (PSDB) empreendem esforços nos bastidores das campanhas de seus “apadrinhados” políticos. Mesmo figurando entre os últimos colocados nas pesquisas de intenções de voto, os candidatos à prefeitura de Fortaleza do PSB e do PSDB prescindiram de seus principais cabos eleitorais no corpo a corpo com o eleitorado.

Leia mais: Candidato do DEM lidera com 31% em Fortaleza, diz Ibope

Leia também: Ex-prefeita e primeira mulher eleita lidera boicote ao voto

Duas das maiores forças políticas do Estado, o governador Cid Gomes (PSB) e o ex-senador Tasso Jereissati (PSDB), têm ido pouco ou nada às ruas da capital cearense apoiar seus apadrinhados.

O candidato do PSB, Roberto Cláudio, contou pouco com Cid Gomes . No último domingo do mês de julho, os dois comandaram um “adesivaço” próximo a Praia do Futuro. Depois, o governador ficou fora da cidade pouco mais de uma semana e não voltou a marcar presença em atos da campanha do socialista.

Leia mais: Candidato do PT em Fortaleza evitar citar prefeita Luizianne Lins

Leia também: Herdeiro de clã política tira sobrenome em disputa pela Prefeitura

“Ele tem dito que vai participar ativamente não só no período fora do expediente de trabalho, à noite, mas principalmente nos finais de semana. É uma questão de agenda de governo que ele não pode interromper”, ponderou Roberto Cláudio.

Em quarto lugar na última pesquisa Ibope, com 8% das intenções de voto, o candidato socialista tem a seu favor o desempenho do governo Cid Gomes com 48% de avaliação ótima ou boa, 34% regular e 16% ruim ou péssima. “É muito importante que um líder político com a dimensão do governador possa nos ajudar”.

Um dos nomes mais conhecidos da política cearense, o tucano Tasso Jereissati também tem restringido sua atuação na campanha do candidato do PSDB, Marcos Cals , aos “bastidores”. A estratégia é levá-lo somente em setembro.

“Por enquanto, estamos no período de organização da campanha e nisso Tasso Jereissati tem experiência enorme. A atuação forte dela agora está nas ideias”, afirmou Cals. O candidato tucano aparece empatado com Elmano na pesquisa Ibope, com 6%.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG