Julgamento do mensalão não afeta avaliação do governo, diz pesquisa

A avaliação ótima ou boa oscilou para 62%, dois por cento a menos do que na pesquisa anterior, de abril. A variação equivale à margem de erro da pesquisa.

Reuters |

Reuters

Os primeiros dias do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) parecem não ter afetado a avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff , mostrou pesquisa do Datafolha divulgada nesta terça-feira.

Leia mais:  Lula não só sabia como ordenou o mensalão, diz advogado de Jefferson

Leia também: “Mensalão será festival de absolvições”, diz defesa de Roberto Jefferson

A avaliação ótima ou boa oscilou para 62%, ante 64% de pesquisa realizada em abril. O índice dos que avaliam o governo como regular passou para 30%, ante 29% do levantamento anterior.

Veja o especial do iG sobre o julgamento do mensalão

Divulgação STF
Nesta segunda-feira (13), o advogado de Roberto Jefferson colocou a culpa do mensalão em Lula

Já a taxa dos que consideram o governo ruim ou péssimo foi a 7%, ante 5%. Todas as variações estão dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais.

A pesquisa foi realizada no dia 9 de agosto, uma semana após o início do julgamento do mensalão, suposto esquema de desvio de recursos e compra de apoio da base aliada ao governo no Congresso , que veio à tona em 2005 e foi a pior crise política do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva , padrinho político de Dilma.

O escândalo forçou a queda do então ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu , apontado pela denúncia do Ministério Público Federal como mentor e principal líder do suposto esquema. Para o lugar de Dirceu, Lula escolheu Dilma, que era sua ministra de Minas e Energia, dando espaço e visibilidade que ajudaram a elegê-la presidente em 2010.

Saiba tudo: Veja quem são os 38 réus do processo do mensalão no STF

O levantamento, divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo , aponta que a aprovação do governo tem pouca variação conforme o nível de conhecimento dos entrevistados em relação ao julgamento do chamado mensalão.

Entre os que dizem conhecer o processo, o governo é aprovado por 62%. Na parcela dos que dizem ignorar o julgamento, o índice é de 63%.

Dirceu: Defesa de Dirceu faz apelo final ao Supremo Tribunal Federal

Apesar da oscilação, a taxa de aprovação da presidente segue em nível elevado diante de uma economia desacelerada e os reflexos da crise internacional no país. A taxa registrada em abril foi a maior desde o início do governo, em janeiro de 2011.

A pesquisa indicou que, de 0 a 10, o desempenho do governo foi avaliado em 7,4, ante 7,5 verificado em abril. O Datafolha ouviu 2.562 pessoas em 159 municípios.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG