Advogado liga para Jefferson e brinca: ‘Vou te levar cigarros na cadeia!’

Luiz Corrêa Barbosa reiterou ao STF que o então presidente Lula ordenou o esquema do mensalão para livrar delator de condenação

Wilson Lima - iG Brasília | - Atualizada às

Divulgação STF
No STF, o advogado de Roberto Jefferson coloca a culpa do mensalão em Lula

O advogado do delator do mensalão, Roberto Jefferson, Luiz Corrêa Barbosa, brincou com o petebista antes de fazer sua sustentação oral no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira afirmando que ia “levar cigarros na cadeia” para o ex-deputado.

Advogado de Jefferson:  Lula não só sabia como ordenou o mensalão

TViG: “Mensalão será festival de absolvições”, diz defesa de Jefferson

Eles conversaram por telefone antes de Corrêa Barbosa subir à tribuna do STF. Jefferson aparentava tranquilidade tanto que Barbosa ainda disparou outras brincadeiras para o cliente. “Você vai ter uma cela em Bangu 8”, disse o defensor ao ex-deputado. “Consegui pra você visitas íntimas trimestrais”, também afirmou o advogado.

Veja o especial do iG sobre o julgamento do mensalão

Saiba tudo: Veja quem são os 38 réus do processo do mensalão no STF

Jefferson está no Rio de Janeiro acompanhando o julgamento pela televisão. O ex-deputado federal já afirmou que, caso seja absolvido, pretende fazer uma viagem de motocicleta pela América do Sul com forma de comemorar não somente um eventual resultado positivo do mensalão, como também a operação para conter o câncer no pâncreas. Ele vai começar quimioterapia em setembro.

Leia mais: Réus do mensalão poderão recorrer a Corte internacional

A defesa de Jefferson foi a mais polêmica até agora das sustentações orais dos réus do mensalão. Corrêa Barbosa afirmou que o ex-presidente Lula ordenou o mensalão e criticou a atuação da Procuradoria Geral da República (PGR) no processo do mensalão.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG