'Musa da CPI' é exonerada pelo Senado

Segundo Ciro Nogueira (PP-PI), assistente do gabinete que ficou famosa na CPI do Cachoeira foi demitida após uma 'decisão interna'

iG São Paulo | - Atualizada às

O Senado exonerou nesta segunda-feira (6) a servidora Denise Leitão Rocha , assistente parlamentar que prestava serviço ao senador Ciro Nogueira (PP-PI) e à CPI do Cachoeira.

Ao iG , Nogueira afirmou que a demissão se deu na última terça-feira (31), mas só foi formalizada nesta segunda. Segundo ele, a motivação foi "uma decisão interna do gabinete".

Leia também: Assessora de senador chama atenção durante trabalhos da CPMI

Reprodução/Internet
A assistente pediu afastamento em julho, após o surgimento de um vídeo no qual supostamente aparecia em cenas de sexo



Em julho, o senador havia aceitado o pedido de afastamento da assessora após o surgimento de um vídeo com cenas de sexo em que Denise supostamente aparecia.

A assistente ficou conhecida como "Musa da CPI", quando despertou a curiosidade e admiração de muitos durante os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as relações do bicheiro Carlos Augusto de Almeida Ramos com parlamentares e autoridades do governo.

Poder Online: Musa da CPI é vista no hotel de Romário no Piauí

Conforme revelou a coluna Poder Online , Denise Rocha teria sido sondada pelo editor de uma revista masculina, interessada em fotografar a assessora e explorar a relação entre poder e beleza feminina no Congresso brasileiro.

    Leia tudo sobre: cpi do cachoeiradenise rochaciro nogueirasenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG