Em uma hora de sustentação oral, o advogado José Luis Oliveira Lima apontará a inocência do ex-ministro e acusará falta de provas na denúncia

Agência Estado

O ex-ministro José Dirceu vai assistir pela televisão, em sua casa em Vinhedo (SP), ao lado da mulher, Evanise dos Santos, à apresentação de sua defesa no julgamento do mensalão , nesta segunda-feira, a partir das 14h no Supremo Tribunal Federal (STF).

Leia também:  Terceiro dia de julgamento do mensalão começa com defesa de Dirceu

Estratégia: Advogado de Dirceu acusa Jefferson de inventar mensalão

José Dirceu é apontado como um dos líderes do esquema do mensalão
AE
José Dirceu é apontado como um dos líderes do esquema do mensalão



Mensalão: Destempero de Barbosa vira arma dos advogados dos réus

Em uma hora de sustentação oral, o advogado José Luis Oliveira Lima apontará a inocência do ex-ministro e acusará falta de provas na denúncia.

O principal dos 38 acusados do mensalão está cumprindo à risca o acordo com advogados e equipe de gerenciamento de crise. Desde que se enclausurou na casa que tem em um condomínio no interior de São Paulo, ele não botou os pés na rua e manteve o silêncio.

Leia mais: Luiz Gushiken, ex-ministro de Lula, e Antonio Lamas se livram da denúncia

Leia também: Advogados falam em manobras jurídicas contra julgamento do mensalão

Pela televisão, ao lado da mulher e de um assessor, assistiu ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel , acusá-lo de ser "a principal figura, o mentor, grande protagonista" do esquema que se montou no governo Lula, em 2005, para compra de parlamentares e desvios de recursos.

Mesmo assim, preferiu não fazer pronunciamentos públicos.

Assista: Julgamento será 'festival de absolvições', diz advogado de Jefferson

O advogado passou o fim de semana preparando os ajustes finais de sua sustentação oral, em que vai afirmar para os ministros do STF que Dirceu não tem qualquer relação com o mensalão e que sequer há provas de que o esquema tenha existido. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.