Advogados do mensalão admitem nervosismo durante o julgamento

‘O nervosismo é a contrapartida do senso de responsabilidade. Se não estivesse nervoso seria um irresponsável’, disse advogado de Genoino

Ricardo Galhardo - enviado do iG a Brasília |

Alguns dos mais importantes e experientes advogados do País tremeram, literalmente, nesta segunda-feira no plenário do Supremo Tribunal Federal durante o primeiro dia dedicado à defesa dos réus no julgamento do mensalão. "É um caso de muita responsabilidade e terminar foi um alívio", disse Arnaldo Malheiros Filho, advogado do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares.

Delúbio Soares: Advogado admite caixa 2 e diz que dinheiro do esquema era ilícito

José Genoino: Advogado diz que petista quer pôr fim ao calvário 

José Dirceu: Advogado nega compra de votos e diz que não há provas

STF / Divulgação
Luís Pacheco, advogado de José Genoino

Acostumado a casos de grande repercussão, Malheiros admitiu que a sustentação oral no julgamento do mensalão teve um gosto diferente. "É diferente em um certo sentido. Foi muita repercussão, vocês todos (jornalistas) estão aqui. Mas mesmo nos casos mais simples não há advogado que não fique nervoso", disse Malheiros.

Réus do mensalão: Quem são os 38 acusados e a que crime respondem

Acompanhe todas as notícias sobre o julgamento do mensalão

Dos advogados que falaram até agora o que mais demonstrou nervosismo foi Luís Fernando Pacheco, que defende o ex-presidente do PT José Genoino. Durante os 50 minutos em que ocupou a tribuna Pacheco suou em bicas, tremeu ao manipular papéis e ao beber água, gaguejou. "O nervosismo é a contrapartida do senso de responsabilidade. Se não estivesse nervoso seria um irresponsável", disse Pacheco.

Acusação: Gurgel mira Dirceu e chama mensalão de ‘esquema atrevido de corrupção’

Protestos no 2º dia: Manifestantes colocam réus 'atrás das grades'

1º dia: Atraso no julgamento do mensalão aumenta chance de impunidade dos réus

José Luiz Oliveira Lima, defensor de José Dirceu e primeiro advogado a apresentar a defesa oral, disse que o teste do nível de tensão foi o copo d'água. "Só percebi que estava bem quando segurei o copo e vi que a mão estava firme", disse ele.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG