TRE-SP nega primeiros recursos com base na Lei da Ficha Limpa

A corte manteve decisão de primeira instância de recusa de registro para candidatos que concorrem a prefeituras no interior de São Paulo

Agência Estado |

Agência Estado

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) negou os primeiros recursos de registro de candidatura a prefeito com base na Lei da Ficha Limpa . A corte manteve decisão de primeira instância de recusa de registro para Adriano Cesar Dias, que concorre à Prefeitura de Cananéia, e Manoel Soares da Costa Filho, candidato em Juquiá, por estarem inelegíveis por oito anos. A decisão do TRE-SP, unânime, foi tomada na última quinta-feira (dia 2).

Especial iG: Ficha Limpa é tema de 1º programa sobre educação política

Relembre: Supremo valida Lei da Ficha Limpa para eleições deste ano

A candidatura de Adriano Cesar Dias, da coligação Cananéia no Rumo Certo (PR-PSDB), foi considerada inelegível por ele ter sido demitido do serviço público municipal. Manoel Soares da Costa Filho, da coligação Unidos por Juquiá (PRB-PT-PMDB-PSL-PTN-DEM-PSDC-PV-PSD), teve contas no exercício de cargo público desaprovadas, segundo o TRE-SP.

Ambos os candidatos podem entrar com recurso contestando a decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG