Presidente da OAB critica demora na tramitação do mensalão

Ophir Cavalcante afirmou que apesar de clima anticorrupção deve ser respeitado procedimentos legais do processo

Wilson Lima - iG Brasília |

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, criticou a demora na tramitação do processo do mensalão que começou a ser julgado na tarde desta quinta-feira, 2 de agosto.

Leia também: " Tenho mais coisas para fazer", diz Lula sobre mensalão

Infográficos: Veja como será o julgamento do mensalão

Agência Brasil
'Não é concebível que se demore tanto para julgar um processo dessa natureza', afirmou o presidente da OAB

Leia mais: "Justiça é condenar todos", diz procurador geral sobre mensalão

Esse escândalo foi denunciado em 2005 e a denúncia acatada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em 2007. Foram sete anos após o início das investigações e cinco anos de instruções penais. “Não é concebível que se demore tanto para julgar um processo dessa natureza. Embora ele tenha uma peculiaridade de tantos réus. É um espaço de tempo muito grande para se combater a impunidade no nosso país”, disse Ophir Cavalcante.

Banco dos Réus:  Quem são os 38 réus do mensalão e a que crime respondem

Apesar disso, o presidente a OAB afirmou que esse julgamento será importante para que ocorra a consolidação de diferentes instituições. “Todo julgamento tem um resultado, quer seja favorável ou não. Portanto, esse é um processo que devemos defender as instituições e o devido processo legal e as instituições. Independentemente do cargo que ocupam, todos tem que ser submetidos ao império da lei”, pontuou.

    Leia tudo sobre: mensalãojulgamento do mensalãooabophir cavalcante

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG