Tumor de Jefferson tem 'foco maligno', diz médico

Segundo cirurgião do ex-deputado, 'possivelmente' será necessário algum tipo de tratamento quimioterápico

Agência Estado |

Agência Estado

Na véspera do início do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-deputado Roberto Jefferson , um dos 38 réus no processo , foi informado de que há um "foco maligno" no tumor retirado do pâncreas em cirurgia no último sábado . Exame preliminar realizado no mesmo dia da cirurgia havia indicado que o tumor não era maligno, porém a análise patológica mais detalhada indicou a presença do câncer.

Leia também: Quadro de saúde de Jefferson é estável, informa hospital

Leia mais: Cirurgia de Roberto Jefferson durou oito horas

AE
O ex-deputado Roberto Jefferson conversa com o cardiologista João Mansur Filho, no Hospital Samaritano, Rio de Janeiro

"Dentro do tumor de 4,9 centímetros, há um foco maligno de menos de 2 centímetros. É um estágio muito inicial", afirmou nesta quarta-feira o cirurgião geral Ribamar Azevedo, que atende o ex-deputado.

Segundo o médico, Jefferson será examinado pelo oncologista Daniel Tabak, que vai orientar o paciente sobre o tratamento indicado. Azevedo disse que "possivelmente" será necessário algum tipo de tratamento quimioterápico. Informações mais precisas da doença serão prestadas por Ribamar e sua equipe, em entrevista prevista para amanhã.

O anúncio oficial do resultado do exame será divulgado ainda na tarde desta quarta-feira, em boletim do Hospital Samaritano, onde Jefferson foi operado e está internado.

Mensalão:  Advogado de Roberto Jefferson diz que Lula ordenou mensalão

Pivô do mensalão, Roberto Jefferson, de 59 anos, denunciou o esquema de pagamento de propina a deputados governistas em junho de 2005 e teve o mandato cassado em setembro do mesmo ano. O ex-deputado é presidente nacional do PTB.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG