Réu do mensalão, o presidente nacional do PTB e ex-deputado federal foi transferido para a Unidade Intermediária, onde os pacientes ficam após a saída do Centro de Tratamento Intensivo

Agência Estado

Submetido à cirurgia para retirada de um tumor no pâncreas no último sábado, o presidente nacional do PTB, ex-deputado federal Roberto Jefferson , foi transferido para a Unidade Intermediária do Hospital Samaritano, onde os pacientes ficam após a saída do CTI.

Leia mais:  Roberto Jefferson passa por cirurgia para retirada de tumor

Leia também: Cirurgia de Roberto Jefferson acaba após oito horas

Roberto Jefferson
AE
Roberto Jefferson

O hospital informa que o paciente está lúcido, respira sem a ajuda de aparelhos e os sinais vitais estão mantidos. Conforme boletim médico, os resultados da tomografia de tórax e abdômen, realizados nesta manhã, estão compatíveis com a cirurgia de grande porte que foi realizada.

No sábado, após uma cirurgia que durou oito horas, o hospital divulgou boletim médico em que informou que o resultado preliminar de um exame patológico indicou que o tumor retirado não apresentou sinais de malignidade. Mas será necessário aguardar o resultado definitivo para conclusão do diagnóstico. Jefferson permanece sob supervisão da equipe médica e não há previsão de alta.

Mensalão

Roberto Jefferson foi o pivô do mensalão , escândalo de corrupção que abalou o primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva . Ele é um dos 38 réus do caso , que será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 2 de agosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.