Em evento, Russomanno minimiza resultado favorável de pesquisas

Candidato do PRB defendeu campanha com “pé no chão” durante encontro que apresentou integrantes do seu conselho político de campanha

Rafael Romer - iG São Paulo |

No evento de apresentação do conselho que será responsável por sua campanha nesta segunda-feira, no hotel Maksoud Plaza, o candidato à Prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (PRB) minimizou a importância do empate técnico apontado pela mais recente pesquisa eleitoral publicada pelo DataFolha . De acordo com os resultados, Russomanno possui 26% de intenções de voto contra 30% do primeiro colocado, José Serra (PSDB).

Leia também: Datafolha mostra Russomanno próximo de Serra nas intenções de voto

“Pesquisa a gente recebe com muita humildade e pé no chão”, disse. O candidato atribuiu parte do sucesso da campanha à aliança com o PTB, partido de seu vice, Luiz Flávio D’Urso, e do deputado estadual Campos Machado, ambos membros do conselho.

"O apoio do Campos Machado, ou seja, do PTB, é extremamente importante porque é um partido que tem raízes espalhadas por toda a cidade e isso vai ajudar demais nossa campanha. Já está ajudando. Já mostra que depois da nossa união, nós subimos na intenção de voto. Isso mostra que o PTB veio para somar", afirmou.

A aproximação do PRB com o PTB garantiu à coligação cerca 2 minutos de exibição no horário eleitoral gratuito, tempo reduzido frente aos cerca de 7 minutos que cada um dos candidatos Serra e Fernando Haddad (PT) terão. Russomanno não teme a diferença de tempo e garante que a menor exposição será compensada por sua familiaridade com o veículo. “O que nós temos com experiência em televisão vai ajudar bastante. Nós com pouco tempo vamos fazer muita coisa”, analisou o candidato.

Para o presidente do PRB e também integrante do conselho, Marcos Pereira, o rosto conhecido de Russomanno também é uma vantagem frente à exposição menor da coligação. “Nós não vamos precisar nos apresentar, o Celso não precisa se apresentar, as pessoas já conhecem ele”, defendeu Pereira.

Como parte das iniciativas do conselho está a criação dos “comitês-kombi”, que serão estacionadas nas 31 sub-prefeituras paulistanas para a captação de informações e abastecimento da campanha com informações e reclamações de eleitores. “Vamos fazer uma radiografia para saber o que o povo precisa”, explicou Russomanno.

Durante o evento, o candidato do PRB também evitou criticar o adversário tucano, mesmo quando questionado sobre o que achava da declaração da campanha de José Serra que sua campanha não se sustentaria até o final. “A gente responde o seguinte; disseram um ano atrás a mesma coisa, e não se concretizou. Nós vamos responder com muito trabalho”.

Já em referência à nota 4.4 atribuída pela população paulistana ao atual prefeito Gilberto Kassab (PSD), em pesquisa publicada pela Folha de S.Paulo neste domingo, Russomano disparou: “Como a gente avalia o aluno na escola? Quem está abaixo de cinco está com a nota vermelha; então é isso, está com a nota vermelha”.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG