Moroni Torgan, do DEM, lidera em Fortaleza com vantagem de 13 pontos

Pesquisa Datafolha mostra candidatos do PSB e do PT, apoiados pelo governador Cid Gomes e pela prefeita Luizianne Lins, respectivamente, em quinto e sexto lugar

Daniel Aderaldo - iG Ceará | - Atualizada às

O candidato do DEM à prefeitura de Fortaleza, Moroni Torgan, lidera com vantagem de 13 pontos para o segundo colocado na primeira pesquisa eleitoral Datafolha na capital cearense, divulgada neste sábado (21).

Disputando a sucessão municipal pela quarta vez consecutiva, o democrata aparece com 27% das intenções de voto. Em segundo lugar, o candidato do PCdoB, senador Inácio Arruda, tem 14%. Heitor Férrer (PDT) está logo atrás com 11%. Em seguida, Renato Roseno (PSOL) e Marcos Cals (PSDB), com 6% cada.

PSB rompe com PT: Após 8 anos com PT em Fortaleza, PSB oficializa candidato falando em renovação

Leia também: Candidato do PSB repete mote usado por Ciro Gomes em 1988

Ainda desconhecidos da população, os candidatos apoiados pelas duas maiores forças políticas do Ceará ficaram entre os últimos colocados. Apoiado pelo governador Cid Gomes (PSB), o candidato socialista Roberto Cláudio foi citado por 5% dos entrevistados. Já o candidato petista, da prefeita Luizianne Lins (PT), Elmano de Freitas, tem 3% da preferência do eleitorado.

Valdeci Cunha (PRTB) é o último colocado, com 1%. André Ramos (PPL) e Francisco Gonzaga (PSTU) foram citados na pesquisa estimulada, mas não alcançaram número suficiente para serem contabilizados no percentual total. Não sabem em quem votar somam 21%. Outros 6% responderam branco ou nulo.

Rejeição

Na pesquisa, Moroni Torgan também apresenta o maior indíce de rejeição entre os dez candidatos: 27%. Inácio Arruda aparece em seguida, com 20%. Depois, Marcos Cals: 11%. Os candidatos Elmano de Freitas, Heitor Férrer, Roberto Cláudio e Francisco Gonzaga tem 10% de rejeição. Renato Roseno e André Ramos, 8%. Valdeci Cunha, 7%. Ainda conforme o Datafolha, 15% dos eleitores entrevistados afirmaram não rejeitar qualquer dos candidatos e 4% disseram rejeitar todos.

A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos. A pesquisa encomendada pelo Jornal O POVO ouviu 831 eleitores nos dias 18 e 19 de julho e está registrada no TRE com o número CE 00004-2012.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG