Kassab faz minirreforma para ajudar campanha de Serra

Titulares das pastas de Esportes, Bebetto Haddad, e Relações Governamentais, Antonio Carlos Malufe, devem deixar os cargos para integrar campanha tucana

Agência Estado |

Agência Estado

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), prepara mais uma minirreforma no primeiro escalão de seu secretariado para ajudar a campanha de José Serra (PSDB) na sucessão municipal.

Kassab reuniu-se na manhã de ontem com titulares de pastas para comunicar as mudanças. Bebetto Haddad (Esportes), do PMDB, e Antonio Carlos Malufe (Relações Governamentais), do PSD, devem deixar os cargos em data a ser definida.

Veja o especial do iG sobre as eleições 2012

Saiba as últimas notícias sobre a corrida eleitoral em SP

AE
Serra abraça o prefeito Gilberto Kassab durante convenção do PSDB


São Paulo: MP eleitoral quer impugnar candidaturas de Serra e Russomanno

Além deles, o ex-vice-presidente da Companhia Metropolitana de Habitação (Cohab), Ricardo Montoro, que havia deixado o posto para se candidatar a vereador, também deve integrar o staff da campanha serrista.

Malufe e Montoro devem assumir papéis estratégicos no time de Serra. O atual secretário de Relações Governamentais será o responsável pela campanha dos principais candidatos a vereador da coligação - grupo que inclui os atuais parlamentares e potenciais puxadores de voto, como Andrea Matarazzo e Mario Covas Neto. Já Montoro, a convite de Serra, deve trabalhar ao lado do coordenador da equipe tucana, Edson Aparecido.

Leia mais:  Para evitar caixa 2, campanhas ‘chutam alto’ e quadruplicam custo da eleição

Crítica:  Serra diz que adversários não têm propostas e apelam para 'baixaria'

A função de Bebetto na campanha ainda não foi definida. Sua entrada na equipe joga um peemedebista na campanha de Serra - o que pode evidenciar divergências no PMDB e constranger o candidato da sigla, Gabriel Chalita , que faz críticas contundentes à gestão Serra/Kassab.

Ex-presidente do PMDB paulistano e ligado ao ex-governador Orestes Quércia, Bebetto, porém, virou desafeto no partido após a chegada de Chalita. Ele se negou a abandonar a gestão Kassab como o partido queria para dar liberdade ao candidato para criticar o prefeito. Bebetto resistiu mesmo sob pressão do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e do diretório estadual da legenda. Ele sofreu retaliações: acordos políticos firmados por ele foram desfeitos pela executiva estadual.

Serra/Kassab:  Tucano recicla promessas da atual gestão na campanha municipal

Dança caribenha: Serra vive momentos de humor e constrangimento em campanha

O ex-deputado federal Walter Feldman (PSDB) é cotado para assumir a secretaria de Esportes. Ele já comandou a pasta e foi enviado por Kassab a Londres para acompanhar, em 2011, a preparação da cidade inglesa para os Jogos Olímpicos que ocorrem neste mês. Na época, Feldman enfrentava resistências dentro do PSDB por ter apoiado a campanha pela reeleição do atual prefeito, em 2008.

Quando se concretizar, esta será a terceira troca de comando nas secretarias de Kassab em função das eleições de outubro . Outras duas ocorreram em abril e junho, por causa dos prazos de desincompatibilização eleitoral exigidos pela Justiça para candidatos a vereador e a vice-prefeito.

O prefeito já havia exonerado o nome escolhido para vice de Serra, Alexandre Schneider (Educação), a atual vice, Alda Marco Antonio (Assistência Social), Miguel Bucalem (Desenvolvimento Urbano) e Marcos Cintra (Desenvolvimento Econômico e Trabalho) - todos do PSD -, Eduardo Jorge (Verde e Meio Ambiente) e Marcos Belizário (Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida) - ambos do PV.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG