MP eleitoral quer impugnar candidaturas de Serra e Russomanno em São Paulo

Segundo o Ministério Público Eleitoral, Serra não apresentou certidões atualizadas sobre duas ações penais. Russomanno deve comprovar que pagou uma multa da Justiça Eleitoral

Agência Estado |

Agência Estado

O Ministério Público Eleitoral quer impugnar as candidaturas de José Serra  (PSBD) e de Celso Russomanno (PRB) na 1ª Zona Eleitoral de São Paulo. Os pedidos foram apresentados pelo promotor Roberto Senise. A Justiça ainda não decidiu sobre os casos. O prazo da promotoria eleitoral para pedir as impugnações se encerrou na quinta-feira.

Leia também:  Para evitar caixa 2, campanhas ‘chutam alto’ e quadruplicam custo da eleição

Segundo o Ministério Público Eleitoral, o ex-governador tucano não exibiu certidões atualizadas sobre duas ações penais em que ele já foi citado. A promotoria quer saber se houve sentença ou se os processos ainda estão em fase de instrução.

O candidato do PSDB afirmou neste sábado que sua candidatura está regularizada e que a impugnação por parte do MPE não é motivo de preocupação. "Isso não preocupa, o processo está regularizado. Nem recebemos notificação. O papel (certidão) já está no processo", explicou Serra.

Com relação a Russomanno, o Ministério Público sustenta que ele não recolheu R$ 5 mil - valor relativo a multa aplicada pela Justiça Eleitoral. A sanção imposta se refere à eleição anterior.

Segundo o Ministério Público Eleitoral, foi requerida ainda a impugnação de quatro candidatos a vice-prefeito e de cerca de 400 candidatos a vereador.

Russomanno afirmou, também via assessoria de imprensa, que a multa citada pelo promotor já foi paga em julho do ano passado. Ele enviou à reportagem cópia dos comprovantes do pagamento a que se refere. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG