No maior colégio eleitoral do País, maioria dos postulantes ao cargo de prefeito fará caminhadas com militantes no centro e na periferia; Serra tem reuniões no QG do PSDB

José Serra, do PSDB, optou por reuniões fechadas com coordenadores de sua campanha
AE
José Serra, do PSDB, optou por reuniões fechadas com coordenadores de sua campanha

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do País, os principais candidatos à Prefeitura adotaram estratégias diferentes neste início da campanha. Líder das intenções de voto de acordo com a última pesquisa do Datafolha, divulgada no dia 27 de junho , com 31% da preferência do eleitorado, o ex-governador José Serra (PSDB) não estará nas ruas no primeiro dia de propaganda. O tucano participará às 12h de um evento fechado no Edifício Joelma, no centro da capital paulista, ao lado de coordenadores de campanha, militantes e candidatos a vereador da coligação formada com PSD, DEM, PV e PR. “Tínhamos pensado em outras coisas, mas chegamos à conclusão de que não é hora ainda para muito barulho, muito espetáculo”, afirmou o coordenador de mobilização da campanha tucana, Walter Feldman, à coluna Poder Online .

Especial Eleições 2012: iG aproxima cidadão da política

Calendário eleitoral: Confira as datas dos principais eventos das eleições 2012

O petista Fernando Haddad fará uma caminhada com a militância na região central da cidade
Renato S.Cerqueira/Futura Press
O petista Fernando Haddad fará uma caminhada com a militância na região central da cidade

Os primeiros eventos de Serra nas ruas devem acontecer apenas a partir da próxima semana em regiões da periferia de São Paulo. No último dia 27 de junho, o tucano foi multado em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada em um site na internet. No dia anterior, quem tomou multa da Justiça eleitoral foi o candidato do PT, Fernando Haddad, por causa da entrevista com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Programa do Ratinho, em 31 de maio.

No primeiro dia de campanha, Haddad optou por dar a largada em um encontro com a militância. Segundo o coordenador da campanha, vereador Antonio Donato, às 15h desta sexta-feira haverá uma caminhada da Praça do Patriarca até a Praça da Sé, na região central, envolvendo Haddad e militantes petistas. “Nesta nova etapa da campanha, a agenda vai ter muito corpo a corpo nos centros comerciais de bairro. Comícios, só mais para frente, na reta final”, afirmou Donato ao iG. Ele também disse que o ex-ministro participará de debates e palestras. No último Datafolha, Haddad aparece com 6% das intenções de voto, dividindo o terceiro lugar com Soninha Francine (PPS), Gabriel Chalita (PMDB) e Netinho de Paula (PCdoB), que já desistiu da candidatura para apoiar o petista .

Especial iG: Leia todas as notícias sobre a eleição

Guia do eleitor: Tire suas dúvidas e saiba como usar a urna eletrônica

Vice-líder nas pesquisas, Celso Russomanno tomará café da manhã com militantes
Renato S.Cerqueira/Futura Press
Vice-líder nas pesquisas, Celso Russomanno tomará café da manhã com militantes

Vice-líder na pesquisa, com 24%, o candidato do PRB, Celso Russomanno, anunciou que iniciará a campanha “oficial” à Prefeitura de São Paulo no Marco Zero da cidade, localizado na Praça da Sé, para uma conversa com os eleitores . O candidato, que terá como vice na chapa o advogado Luiz Flávio Borges D’Urso , que abriu mão da candidatura própria pelo PTB, deve ir ao local de metrô e tomar um café com militantes por volta das 10h. “Simbolicamente, vamos iniciar essa empreitada do zero. Para isso, nada melhor que dar o primeiro passo a partir do coração de São Paulo. O objetivo é percorrer todas as regiões e o maior número possível de bairros. Nossa mensagem vai chegar a cada um dos paulistanos”, postou Russomanno em seu perfil no Twitter.

A candidata do PPS, Soninha Francine, vai tomar café no Pátio do Colégio e discutir propostas
AE
A candidata do PPS, Soninha Francine, vai tomar café no Pátio do Colégio e discutir propostas

Outros candidatos

A candidata do PPS à Prefeitura de São Paulo, Soninha Francine, vai dar o pontapé inicial em sua campanha no Pátio do Colégio, em um café da manhã programado para as 11h30. Na próxima terça-feira (10), a ex-vereadora deve realizar uma apresentação de seu plano de governo para os candidatos a vereador pelo PMN , único partido aliado ao PPS na disputa. De acordo com a assessoria da campanha de Soninha, a candidata “gosta de falar” e participará de reuniões e debates em faculdades e associações de bairro para apresentar suas propostas. Além disso, o PPS utilizará muito as redes sociais e o blog do partido para divulgar a candidatura, seguindo a linha adotada na campanha de 2008. Na ocasião, Soninha terminou em quinto lugar, com 266.978 votos (4,19% dos votos válidos).

Gabriel Chalita, do PMDB, ao lado de Michel Temer (centro): caminhada em bairro da periferia
AE
Gabriel Chalita, do PMDB, ao lado de Michel Temer (centro): caminhada em bairro da periferia

O PMDB, que oficializou a candidatura de Gabriel Chalita após 16 anos sem lançar um nome próprio na disputa pela Prefeitura de São Paulo , informa que o ex-secretário estadual de Educação participará nesta sexta de uma caminhada na Chácara Bananal, bairro da periferia da cidade, na zona sul, a partir das 11h. O peemedebista, que terá uma chapa puro-sangue com a médica Marianne Pinotti , filha de José Aristodemo Pinotti, último candidato a prefeito pelo partido, em 1996, também tem reuniões previstas para este fim de semana com dirigentes do partido e aliados.

Candidato do PDT e com 3% das intenções de voto no Datafolha, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical, vai dar a largada de sua campanha com uma caminhada com militantes e lideranças partidárias pelas ruas do Brás, zona leste da capital, a partir das 10h, partindo do Largo da Concórdia. Na próxima segunda-feira (9), Paulinho deve receber o apoio do ministro do Trabalho, Brizola Neto, do PDT, que assumiu a pasta no governo Dilma Rousseff no início de maio deste ano .

Com apenas 1% de intenção de voto de acordo com o Datafolha, o deputado estadual Carlos Gianazzi (PSOL), participará de um ato com a militância do partido nesta sexta-feira na esquina da Avenida Paulista com a Rua Augusta, tradicional ponto de encontro dos psolistas. Segundo a assessoria do PSOL, é esperada a presença do deputado federal Ivan Valente (SP) e de Plínio de Arruda Sampaio, candidato da legenda à Presidência da República em 2010. Sem muitos recursos, o partido deve basear sua campanha na “força da militância” e nas redes sociais, como o Twitter e o Facebook, como aconteceu há dois anos nas eleições presidenciais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.