Na disputa pelo 'novo', Serra e Haddad são os primeiros a lançar sites

No 1º dia de propaganda liberada na internet, tucano e petista apostam em vídeos e interatividade para atrair eleitores; demais candidatos prometem suas páginas em breve

iG São Paulo | - Atualizada às

Entraram no ar nesta sexta-feira (6), primeiro dia de campanha liberada nas ruas e de propaganda eleitoral não paga em sites da internet, as páginas oficiais das campanhas do ex-governador José Serra (PSDB) e do ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo. Logo no início da manhã, o site de Haddad (pensenovotv.com.br) foi inaugurado com um vídeo do petista anunciando “um manifesto de amor à cidade”. No fim da tarde, foi a vez de ser divulgada a página do tucano (serra45.com.br), também com uma mensagem do candidato convidando os eleitores a mandarem propostas para a cidade.

Leia mais: Após crise pelo vice, Serra cobra união: 'Quem amola aliados está sabotando'

Leia também: Em São Paulo, campanha começa com Serra na ponta e Kassab alvo

Eleições 2012: Com propaganda liberada, campanha teve largada nesta sexta

A “cara” dos dois candidatos na internet já é uma tentativa de disputar a imagem do novo, como revela o próprio nome da página de Haddad: “Pense Novo”. A campanha do PT na capital paulista tentará associar a imagem do ex-ministro à da novidade, já que esta é a primeira eleição majoritária disputada pelo petista. Ele contou com a chancela do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , principal fiador de sua candidatura, em detrimento da ex-prefeita Marta Suplicy, que governou São Paulo de 2001 a 2004 e foi derrotada nas eleições de 2004 e 2008.

AE
No site da campanha de Haddad à Prefeitura de São Paulo, há um canal só com vídeos do ex-presidente Lula exaltando as qualidades de seu ex-ministro

O “Pense Novo” de Haddad aposta em vídeos que contam a trajetória política do candidato, ainda desconhecido por grande parte da população paulistana. Escorado na popularidade de Lula, o site da campanha petista tem a seção “Lula.TV”, com um vídeo em que o ex-presidente elogia o pupilo. A ideia dos responsáveis pela página é que Lula faça várias gravações em apoio a Haddad que serão postadas no site durante a campanha.

Também há canais como “O Novo Pelo Mundo”, com propostas de soluções sustentáveis para a cidade; “Fala.SP”, com depoimentos de paulistanos a respeito dos problemas da metrópole; e espaços destinados ao jingle e ao videoclipe da campanha, bem como links para as páginas de Haddad no Twitter (@haddad_fernando), no Facebook e no Youtube. A campanha de Haddad tentará colar em Serra, de 70 anos, ex-prefeito, ex-governador e duas vezes candidato à Presidência da República, a imagem de político superado.

É justamente para combater essa pecha que Serra caprichou na linguagem “high-tech” em seu site oficial de campanha. A página será adaptada para tablets e terá jogos disponibilizados para smartphones. Além disso, há o aplicativo “Serra Já!”, com notícias sobre a campanha, fotos, vídeos e interação com redes sociais como o Twitter e o Facebook. O internauta ainda pode baixar em MP3 o jingle da campanha, uma paródia da música “Eu quero tchú, eu quero tchá”, hit sertanejo de João Lucas e Marcelo que virou sucesso após cair no gosto do atacante Neymar, do Santos e da seleção brasileira, que já comemorou alguns de seus gols fazendo uma coreografia da dupla.

O site do candidato do PSDB à Prefeitura também tem um vídeo de agradecimento de Serra por ter ultrapassado a marca de 1 milhão de seguidores no Twitter (@joseserra_), além de álbuns de fotos e seções destinadas a realizações do tucano em seus mandatos anteriores de prefeito e governador.

AE
Com navegação fácil e interatividade, site de José Serra (PSDB) também foi lançado nesta sexta-feira; disputa pela imagem do 'novo'

Outros candidatos

Vice-líder nas pesquisas de intenção de voto, atrás apenas de Serra e à frente de Haddad, o candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, também aposta em sua experiência como apresentador de programas de televisão para angariar novos eleitores em vídeos postados em seu site. Mas a página oficial da campanha ainda não está no ar – segundo a assessoria, não há previsão para que ela seja lançada. Por enquanto, o canal de contato oficial de Russomanno com o público é seu site pessoal (celsorussomanno.com.br), além de seu perfil no Twitter (@celsorussomanno).

A campanha do candidato do PMDB, Gabriel Chalita, também não estipulou nenhuma data para o lançamento oficial do site, mas confirmou que isso deve acontecer nos próximos dias. Neste momento, as principais informações sobre a campanha estão concentradas na página PMDB Cidade (pmdbcidadesp.org.br), do Diretório Municipal do partido na capital. O perfil de Chalita no Twitter (@gabriel_chalita) é o principal canal de contato com a militância.

A candidata do PPS, Soninha Francine, que foi coordenadora da campanha digital de Serra à Presidência em 2010 e é usuária ativa das redes sociais, também terá um site oficial de campanha, que ainda não está no ar. Segundo a assessoria, o endereço deve ser soninha.com.br – atualmente, esta página redireciona o internauta ao blog pessoal da ex-vereadora (gabinetesoninha.blogspot.com). As informações sobre a campanha estão hoje concentradas no blog da seção paulista do partido, o Blog do PPS-SP (23pps.blogspot.com.br), que já vem sendo a principal ferramenta de comunicação da legenda há algum tempo. As redes sociais também serão prioridade.

O site oficial da campanha do candidato do PDT, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical, deve entrar no ar na quarta-feira da próxima semana, dia 11. Neste momento, o deputado federal utiliza com assiduidade seu perfil no Twitter (@dep_paulinho) para se comunicar com os eleitores.

O candidato do PSOL, deputado estadual Carlos Gianazzi, também ainda não conta com um site oficial. O iG não conseguiu confirmar com a assessoria da campanha quando a página deve ser lançada, mas um dos objetivos do partido é trabalhar fortemente a interatividade com a militância por meio do Twitter e do Facebook, como já aconteceu na última campanha presidencial, em 2010, com a candidatura de Plínio de Arruda Sampaio. Por enquanto, as notícias sobre a campanha de Gianazzi estão sendo publicadas no site do Diretório Estadual do partido (psol50sp.org.br). Sua página pessoal é carlosgiannazi.com.br.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG