Haddad inicia campanha com críticas a Kassab e alfinetada em Serra

Candidato do PT em São Paulo atribuiu nota 3,6 à gestão do prefeito que, dias antes, havia dado nota 10 a seu próprio governo

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad , abriu oficialmente sua campanha nesta sexta-feira com críticas ao prefeito Gilberto Kassab (PSD) e alfinetadas no adversário José Serra (PSDB).

Haddad atribuiu nota 3,6 à gestão de Kassab que, dias antes, havia dado nota 10 a seu próprio governo. “Ele (Kassab) já se atribuiu nota 3.6 porque no balanço de governo disse que cumpriu 36% das promessas que fez. Tem que dar a nota conforme as metas cumpridas”, disse Haddad, que é professor universitário.

Galeria de fotos: Veja a campanha dos candidatos pelo País

São Paulo:  Com Haddad, marido de Ana Maria Braga leva ‘mulherada’ na campanha

Paduardo/Futura Press
O candidato à Prefeitura de SP pelo PT, Fernando Haddad, faz evento no centro ao lado do vereador Netinho

Embora não tenha pronunciado o nome de Serra, Haddad ironizou o fato de o tucano ter iniciado sua campanha com um evento fechado em seu comitê eleitoral.

“Nosso principal adversário lançou a campanha em um recinto fechado. Nós fomos para a rua. Nós não temos medo de povo”, provocou.

São Paulo: Na disputa pelo 'novo', Serra e Haddad são os primeiros a lançar sites

A campanha de Haddad começou com uma caminhada entre o Largo do Patriarca e a Praça da Sé, percurso tradicionalmente percorrido por candidatos petistas na capital paulista.

A exemplo de outras campanhas houve muita confusão entre seguranças e jornalistas. Novato em disputas eleitorais, Haddad, acompanhado pela esposa Ana Estela, o senador Eduardo Suplicy (PT), o vereador Netinho de Paula (PC do B) e o candidato Marcelinho Carioca (PSB) chegou a tropeçar e quase caiu. “São as calçadas”, justificou.

Calendário eleitoral: Confira as datas dos principais eventos das eleições 2012

Guia do eleitor: Tire suas dúvidas e saiba como usar a urna eletrônica

Além do candidato, chamavam atenção dois caminhões cheios de garotas vestidas em roupas provocantes que faziam campanha para um candidato a vereador do PP.

Haddad, cercado por jornalistas, seguranças e centenas de candidatos a vereador que se acotovelavam para aparecer ao lado do candidato, mal aparecia e se contentava em fazer acenos para as pessoas.

Apesar dos ataques a Kassab, o candidato prometeu que a partir de agora vai adotar a linha paz e amor. “A etapa do balanço da administração já foi feita. Agora é a etapa de apresentar propostas para o futuro”, disse ele.

O programa de governo deve ser apresentado na última semana de julho, segundo coordenadores da campanha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG