Patrus Ananias será o candidato do PT a prefeito de Belo Horizonte

Decisão foi tomada após o petista e atual vice de Lacerda desistir da disputa; candidatura será oficializada na quinta-feira

Agência Estado |

Agência Estado

O atual vice-prefeito de Belo Horizonte, o petista Roberto Carvalho , anunciou apoio à candidatura do ex-ministro Patrus Ananias à sucessão do prefeito Márcio Lacerda (PSB). Carvalho, que chegou a formalizar seu nome junto à Justiça Eleitoral logo após o rompimento entre o PT e o PSB, vai retirar sua candidatura e participará, nesta quinta-feira à tarde, do ato de lançamento da campanha de Patrus. Ao deixar o diretório nacional do PT, Carvalho disse que não será empecilho para a unidade do PT mineiro.

Belo Horizonte:  Executiva do PT indica Patrus Ananias como candidato

Especial iG: PT encolhe no mapa eleitoral e vira alvo de aliados nas capitais

A cúpula petista corre contra o tempo para formar uma coligação forte em torno de Patrus. A expectativa do PT é atrair o PMDB do deputado federal Leonardo Quintão, que já anunciou sua candidatura, e o PDT do vice de Quintão, o ex-deputado federal Mario Heringer, além do PCdoB. A direção nacional do PMDB já foi acionada a negociar a desistência de Quintão.

Estados: Em campanha por 2014, Aécio faz peregrinação

Reviravolta: PT rompe com Lacerda e lança candidatura própria em Belo Horizonte

A tendência é que o vice de Patrus seja de um partido da base aliada do governo Dilma Rousseff. "Assim como se criou um quadro novo a partir do rompimento do acordo com o prefeito Márcio Lacerda, essa movimentação toda pode criar uma nova realidade em Belo Horizonte, que é o que nós estamos buscando", afirmou ontem Rui Falcão.

O rompimento entre PT e PSB ocorreu porque Lacerda se recusou a manter o acordo por escrito que previa coligação proporcional com os petistas em Belo Horizonte. "Rompimento de acordo, na política, é uma coisa gravíssima", disse Falcão na ocasião, quando também descartou qualquer comparação com os casos de Fortaleza e Recife, duas capitais em que o partido teve problema com as alianças .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG