Dilma fica fora das eleições, mas libera ministros para fazer campanha

Para presidenta, segundo a ministra Ideli Salvatti, eleição é problema dos partidos; ministros podem participar fora do horário de trabalho

Agência Brasil |

Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff não deve se envolver nas eleições de outubro, mas liberou os ministros para participar das campanhas, desde que fora do horário de expediente. As informações são da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti. “A presidenta tem uma orientação muito clara: eleição é problema dos partidos”, disse.

Leia mais: Após romper com PSB, PT de Belo Horizonte quer lançar Patrus Ananias

Leia também: PT 'encolhe' no mapa eleitoral e vira alvo de aliados nas capitais

SP: Mesmo ausente, Maluf é vaiado em convenção que formaliza Haddad candidato

“A presidenta não tem a intenção de se envolver. Ela tem dito reiteradamente que a melhor forma de ajudar na eleição é o Brasil continuar indo bem. Essa é a prioridade”, completou nesta terça-feira (3) durante encontro com jornalistas no Palácio do Planalto.

Ideli disse que o pedido de Dilma aos ministros é que a militância não atrapalhe as responsabilidades do cargo. “A orientação é a de que fora do horário de expediente cada um que exerça sua militância e que não comprometa as atividades do ministério”, contou.

Agência Brasil
A presidenta Dilma Rousseff não vai participar de campanhas na eleição municipal



    Leia tudo sobre: eleições2012dilma rousseffPTideli salvatticampanhaministros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG