Vidraças do STF serão trocadas a tempo do mensalão

Janelas foram destruídas por um caça da FAB no domingo e vidros serão substituídos a partir de amanhã; Palácio do Planalto também teve prejuízos

Valor Online |

Valor Online

As vidraças do Supremo Tribunal Federal (STF), que foram destruídas por um caça da Força Aérea Brasileira (FAB), serão trocadas a partir de amanhã. A expectativa na Corte é que todos os vidros sejam colocados até 1º de agosto, permitindo, portanto, que o plenário do STF possa iniciar o julgamento do mensalão no dia 2 daquele mês.

Leia mais:  Caças da FAB quebram vidros do STF

Especial iG: As manobras, os aviões e os pilotos da Esquadrilha da Fumaça

Poder Online:  Veja o momento em que o caça da FAB destruiu os vidros do STF

Alan Sampaio / iG Brasília
O vento forte provocado pelo rasante quebrou vidros da fachada frontal do STF, justamente as janelas voltadas para a Praça dos Três Poderes, ponto turístico da capital


Os vidros do prédio principal do STF quebraram após um caça Mirage da FAB fazer um voo rasante durante a solenidade de troca da bandeira na Praça dos Três Poderes, no domingo. O gabinete do presidente da Corte, ministro Carlos Ayres Britto, foi afetado, bem como parte do plenário. Hoje, Britto cumpriu a sua agenda no gabinete da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que fica no anexo 1 do STF.

Leia mais:  FAB disponibiliza e-mail para ressarcimento de prejuízos

O Comando da Aeronáutica informou que vai ressarcir os prejuízos dos prédios e casas que foram afetados. Além do STF, o Palácio do Planalto também teve vidros quebrados. O mesmo aconteceu com algumas casas no Lago Sul. A Aeronáutica também investiga a conduta dos pilotos para saber se eles chegaram próximos à velocidade do som na manobra.

    Leia tudo sobre: caças da fabstf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG