Em vídeo, prefeito é flagrado em suposta negociação de dinheiro e auxílio para sua campanha de 2004 com Carlinhos Cachoeira

O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), deve apresentar nesta segunda-feira requerimento para convocar o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), para falar na CPI do Cachoeira.

O partido vai tomar como base vídeo divulgado neste domingo no programa Fantástico , da Rede Globo, em que o petista é mostrado em suposta negociação de dinheiro e auxílio para sua campanha com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Veja o especial do iG sobre a CPI do Cachoeira

Mulher de Cachoeira:  "Ele não é chantagista, é um homem bom"

O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) emitiu uma nota sobre o vídeo
Agência Brasil
O deputado Rubens Bueno (PPS-PR) emitiu uma nota sobre o vídeo


Leia também:  CPI ouve mais depoimentos relacionados a Perillo nesta semana

Em troca, Raul Filho teria mostrado formas para que Cachoeira pudesse entrar no governo de Palmas, e falou ao empresário sobre contratos de obras públicas com a prefeitura. "O vídeo é claro. O prefeito do PT oferece vantagens em troca de dinheiro para sua campanha, e abre as portas da prefeitura para a quadrilha. Não há como rebater o conteúdo. Raul Filho precisa se explicar na CPI", afirma o líder do PPS, em nota divulgada nesta manhã.

Bueno diz que outros vídeos apreendidos em poder do grupo de Cachoeira podem revelar os bastidores de supostas negociações com outros governos. O deputado espera que a base governista não barre a convocação do prefeito petista à CPI, como fez nos casos do ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antonio Pagot, e do dono da construtora Delta, Fernando Cavendish.

Vídeo

O vídeo divulgado neste domingo pelo Fantástico foi feito em 2004, na campanha que elegeu pela primeira vez Raul Filho à Prefeitura de Palmas. 

Nas imagens, o atual prefeito aparece com Cachoeira e assessores durante uma reunião. Nela, o então candidato fala que tem um projeto de poder para o Tocantins e que a prefeitura da capital seria apenas "um estágio".

Mostrando interesse, Cachoeira pergunta do que Raul precisava e depois oferece ajuda para a campanha. "Você acha que um grande show seria bom para você lá na reta final?”.

O atual prefeito, então, passa a falar sobre contratos de obras públicas com a prefeitura e enumera áreas em que o esquema do contraventor poderia "atuar". "Lá é tudo mesmo na base do arranjo, sabe. Palmas tem uma série de oportunidades a ser explorada, no campo imobiliário, transporte."

Com Valor Online

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.