PT de BH rompe com Lacerda e escolhe Roberto Carvalho candidato a prefeito

Legenda terá candidatura própria na capital mineira; decisão foi oficializada em convenção realizada neste sábado: 'Quem rompeu com o PT foi o PSB', disse o candidato

Denise Motta - iG Minas Gerais | - Atualizada às

Denise Motta/iG
Carta do PSB que levou ao rompimento do PT em Belo Horizonte e mudou os rumos da eleição na capital mineira

O PT de Belo Horizonte decidiu, por 11 votos a 4, que terá candidatura própria na capital mineira. A decisão na convenção da legenda na tarde deste sábado (30) significa o rompimento com o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), aclamado candidato também neste sábado . O candidato a vice de Lacerda estava definido pelo PT, o deputado federal Miguel Corrêa Júnior.  O nome escolhido para ser o candidato do PT foi Roberto Carvalho, vice-prefeito rompido com Lacerda .

Leia mais: Com Pimentel e sem Aécio, Lacerda é oficializado pelo PSB

São Paulo: Mesmo ausente, Maluf é vaiado em convenção do PT

Salvador: Com críticas a prefeito, PT oficializa Pelegrino candidato

Carvalho foi aclamado por unanimidade dos 15 membros da Executiva municipal. "É uma decisão definitiva do partido. Desde o início tínhamos vontade de candidatura própria. O PSB rompeu de forma desrespeitosa e desagradável. Vamos disputar eleições para resgatar tudo que o PT fez de bom em Belo Horizonte", afirmou o vice-prefeito.

Durante a convenção do PT-BH nesta tarde, um integrante do PSB chegou com uma carta para Roberto Carvalho. O documento, lido aos militantes do PT, avisava que a Comissão Executiva Municipal do PSB havia decidido lançar chapa própria para eleição de vereadores. Carvalho destacou que foi este posicionamento da carta o motivo do lançamento da candidatura própria.

"A carta do PSB rompe o acordo. A chapa proporcional era uma pré-condição para a aliança. Quem rompeu com o PT foi o PSB", afirmou Carvalho. 

Ele descartou intervenção da Executiva Nacional do PT. O ex-deputado federal Virgílio Guimarães, entretanto, afirmou à imprensa que o PT de Belo Horizonte irá cumprir o que a Executiva Nacional mandar.

Momentos depois de ser escolhido candidato, o presidente do PT de BH recebeu ligações de dirigentes do PR e do PRB. Ele disse que irá conversar também com o PMDB, legenda que lançou o deputado federal Leonardo Quintão candidato também neste sábado.

Carvalho disse em entrevista acreditar em pressão do PSDB para que o PSB não fechasse a coligação proporcional com o PT. Rumores de que o senador Aécio Neves (PSDB) teria exigido que Lacerda não fechasse a proporcional com o PT surgiram ao longo da semana. Por meio de sua assessoria, Aécio informou que as articulações cabem apenas às direções municipal e estadual do PSDB.

Denise Motta/iG
Roberto Carvalho será o candidato do PT em Belo Horizonte: reviravolta na convenção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG