Com críticas a prefeito, Pelegrino é oficializado candidato pelo PT de Salvador

Deputado federal teve a candidatura formalizada em convenção neste sábado e criticou João Henrique Carneiro, do PP; petista conta com 'super aliança' na capital baiana

João Paulo Gondim - iG Bahia | - Atualizada às

O deputado federal Nélson Pelegrino, do PT, teve homologada neste sábado (30) a sua candidatura a prefeito de Salvador. Na convenção, Pelegrino criticou a gestão do prefeito João Henrique Carneiro (PP), cujo partido está na sua coligação. "A cidade, hoje, não tem projeto estratégico, tem problemas de gestão", afirmou.

Leia mais: PCdoB desiste de candidatura própria e apoia PT em Salvador

De acordo com ele, "a cidade vive um momento difícil, é o diagnóstico de todos, pela descontinuidade administrativa, pela falta de projeto a longo prazo".

LÚCIO TÁVORA/AGÊNCIA A TARDE/AE
Nélson Pelegrino, do PT (centro), entre o governador da Bahia, Jaques Wagner, e a vice na chapa, Olívia Santana

O candidato atribuiu às últimas administrações municipais "a falta de projeto" para Salvador. O iG não conseguiu localizar a cúpula do PP e o deputado federal Antônio Imbassahy - prefeito de 1997 a 2004 - para comeentarem as declarações de Pelegrino.

Apesar das ressalvas a João Henrique, Pelegrino disse não se constranger por ter como aliado o partido prefeito. "Todos que estão aqui estão unidos por Salvador e porque estão em torno do nosso projeto", disse. 

O petista terá aproximadamente 12 minutos de propaganda televisiva e de 400 a 500 postulantes à Câmara dos Vereadores. Além do PP, os partidos da chapa de Pelegrino são PT, PC do B, PSD, PSC, PR, PSB, PTB, PP, PRP, PT do B, PTC, PMN, PSDC e PPL.

Participaram do ato os senadores Walter Pinheiro e Lídice da Mata, e o presidente nacional do PT, Rui Falcão. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG