TSE libera candidatos com contas-sujas na eleição de outubro

Por 4 a 3, ministros decidiram que os políticos só têm a obrigação de apresentar suas contas, e não aprová-las, para poder entrar na disputa

iG São Paulo | - Atualizada às

Por quatro votos a três, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira liberar nas eleições de outubro as candidaturas de políticos que tiveram suas contas de campanhas rejeitadas pela Justiça Eleitoral. Com isso, os chamados “contas-sujas” poderão concorrer.

Leia mais:  Câmara aprova projeto que permite candidatura de 'contas-sujas'

TCU: Mais de 6 mil políticos que ocupam cargo público estão inelegíveis

Ao julgar um pedido de 14 partidos, o TSE voltou atrás de uma decisão anterior que barrava esses políticos das eleições.

Leia todas as notícias sobre as eleições municipais de 2012

Agência TSE
Por 4 x 3, ministros do TSE autorizam candidatos 'contas-sujas' nas eleições

Para se candidatar, então, só será exigido que o político apresente suas contas, sem a necessidade de aprovação para que ele obtenha a certidão de quitação eleitoral, documento necessário para requerer o registro de candidatura.

Eleição:  Ministério Público de São Paulo cria disque-denúncia eleitoral

PSD:  Maioria do STF decide que partido terá tempo maior de rádio e TV

Votaram a favor os ministros Gilson Dipp, Arnaldo Versiani, Henrique Neves e Dias Toffoli. As ministras Nancy Andrighi e Cármen Lúcia – presidente do TSE –, bem como o ministro Marco Aurélio, mantiveram o mesmo entendimento de 1º de março, quando defenderam que a reprovação das contas impede a candidatura.

    Leia tudo sobre: eleições2012tsecontas-sujas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG