Dilma dirá a países para evitar imediatismo e pensar no futuro

A presidenta fará o discurso durante a abertura da reunião de alto nível da Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, na tarde desta quarta-feira (20)

Reuters |

Reuters

A presidente Dilma Rousseff vai pedir a lideranças internacionais nesta quarta-feira, em seu discurso na Rio+20 , que busquem soluções de longo prazo para problemas atuais, com críticas a medidas imediatistas, sobretudo em relação à crise internacional, disse uma fonte da delegação brasileira.

Veja a cobertura completa da Rio+20

Leia também:  Dilma diz que aprovação de texto-base da Rio+20 é uma vitória do Brasil

Roberto Stuckert Filho/PR
O tom do discurso de Dilma na Rio+20 será de "olhar para o futuro"


Dilma fará o discurso durante a abertura da reunião de alto nível da Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, na tarde desta quarta.

Na fala, a presidenta dirá que o mundo perdeu a capacidade de pensar a longo prazo na busca de soluções rápidas, numa referência à atual crise econômica internacional, disse a fonte, que teve acesso ao discurso da presidente, e falou sob condição de anonimato.

O tom do discurso será de "olhar para o futuro".

Leia mais:

Para ONU, "todo mundo ficou um pouco infeliz"

EUA vencem queda de braço e estão satisfeitos com texto da Rio+20

Brasil reconhece que crise econômica prejudicou documento da Rio+20

A atual crise ofuscou as expectativas do encontro da ONU e se tornou justificativa de países ricos para rejeitar compromissos de novos aportes para programas de desenvolvimento sustentável.

Na abertura da 1ª plenária da conferência na manhã desta quarta, a presidente agradeceu a presença dos países e seu compromisso com a "complexa e urgente" agenda do desenvolvimento sustentável.

    Leia tudo sobre: Rio+20Rio20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG