Após denúncia de desvio de verba, presidente do BNB renuncia ao cargo

Quando estava no governo do Ceará, Jurandir Santiago teria assinado convênios para construção de banheiros populares que jamais saíram do papel. Substituto já foi anunciado

Daniel Aderaldo - iG Ceará | - Atualizada às

O presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Jurandir Santiago, renunciou nesta quarta-feira (20). Ele deixou o cargo após ser denunciado pelo Ministério Público do Estado Ceará (MPE-CE) por envolvimento em desvio de verbas de um programa social quando atuava no governo do Ceará.

MP-CE: Presidente do BNB é denunciado por envolvimento em desvio de dinheiro

Leia mais: Governo do Ceará responsabiliza 2º escalão por desvios em banheiros

O BNB confirmou oficialmente a renúncia no início da noite e informou que o atual diretor de Negócios da instituição, Paulo Sérgio Rebouças Ferraro, irá assumir interinamente a presidência. O Conselho de Administração do banco fez ainda substituições em outras três diretorias.

A defesa de Santiago ponderou que embora “a denúncia não guarde qualquer relação com a atuação dele no BNB”, ele optou se afastar do cargo “para preservar a imagem do banco”. O advogado Hélio Leitão informou ainda que Santiago só se manifestará publicamente sobre o caso quando tiver conhecimento do teor exato da denúncia.

A denúncia apresentada pelo MPF-CE diz respeito à atuação de Santiago na Secretaria das Cidades do Ceará, no ano de 2009. Quando ocupava o cargo de secretário-adjunto da pasta, ele assinou convênios no valor de R$ 3,1 milhões firmados com a prefeitura do município de Ipu, a 294 quilômetros de Fortaleza, para a construção de banheiros populares para famílias carentes da cidade. Contudo, os chamados “kits sanitários” não saíram do papel e o dinheiro sumiu.

Segundo as conclusões do MPE-CE, Santiago foi “conivente” com os desvios dos recursos oriundos do Fundo de Combate à Pobreza (Fecop). As irregularidades já levaram a Justiça do Ceará a decretar a prisão preventiva do prefeito de Ipu, Sávio Pontes (PMDB). Ele está foragido.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG