Alckmin: “Se os chefes de Estado não são ambiciosos, governadores devem ser”

Na Rio+20, governador de São Paulo afirmou que a meta para o Estado é reduzir em 20% a emissão dos gases que provocam o efeito estufa

Valmir Moratelli iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

O governador de São Paulo,  Geraldo Alckmin , esteve no Parque dos Atletas na tarde dessa terça (19) para participar da abertura da Cúpula Mundial de Estados e Regiões. Após a conferência, o governador visitou o pavilhão do Estado de São Paulo e comentou sobre as negociações que acontecem no Riocentro.

Megacidades: Menos 1,3 bi de toneladas de gases de efeito estufa até 2030

Valmir Moratelli
Geraldo Alckmin visitou o pavilhão do Estado de São Paulo


“Se os chefes de Estado não estão sendo ambiciosos, os governadores assim devem ser. Em São Paulo, estamos com metas bem objetivas como a redução em 20% dos gases que provocam o efeito estufa e a meta de aumentar os atuais 55% de energia renovável para 69% nos próximos anos”, disse Alckmin que estava acompanhado da mulher, Maria Lúcia.

Veja a cobertura completa da Rio+20

Perguntado sobre o maior desafio em relação à sustentabilidade, Alckmin citou a erradicação da pobreza.

“Estou confiante no esforço que está sendo feito na Rio+20 . Acabar com a pobreza é o maior passo que devemos dar. Mas também devemos pensar em expansão da mobilidade urbana em transportes coletivos e na universalidade do tratamento de esgoto”.

    Leia tudo sobre: Rio+20Rio20Geraldo Alckmin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG