Médicos decidiram fazer biópsia e endoscopia quando Lula já estava sedado

Ex-presidente foi internado para retirada do cateter, usado no tratamento contra o câncer, mas os outros dois procedimentos não estavam previstos

Ricardo Galhardo - iG São Paulo | - Atualizada às

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou por biópsia e endoscopia durante a internação no Hospital Sírio-Libanês na última quarta-feira. Os dois procedimentos não estavam programados. Em princípio, o que estava pré-agendado era a retirada do cateter usado no tratamento contra o câncer na laringe.

No entanto, os médicos decidiram realizar a biópsia e a endoscopia quando o ex-presidente já estava sedado porque ele estaria reclamando de edema na garganta. O resultado dos exames confirmaram a eliminação do tumor. Nesta quinta-feira, Lula recebeu alta.

Leia mais: Lula recebe alta e deixa hospital após exames

Leia também: Ex-presidente cancelou agenda para poupar voz, diz assessoria

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Lula deixa o Sírio-Libanês após novos exames e retirada de cateter



Embora o câncer tenha regredido 100%, Lula ainda apresenta um edema na garganta, uma sequela da doença. A expectativa dos médicos é de que o nódulo seja eliminado dentro de, no máximo, um mês.

Todos os compromissos que Lula tinha marcado até o fim desta semana foram cancelados por orientação médica. De acordo com sua assessoria, a recomendação é de que o ex-presidente poupe a voz para não inflamar ainda mais a região da laringe .

O ex-presidente iria fazer o discurso de abertura da Arena Socioambiental na Rio +20 neste sábado, a partir das 11 horas . Outro compromisso desmarcado foi a reunião que teria com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), nesta sexta-feira, em São Paulo.

Os dois discutiriam detalhes da aliança de seus partidos em torno do pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, e a situação política em Recife, onde petistas e socialistas ainda não selaram acordo para essas eleições e o PSB ameaça lançar candidato próprio. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, irá substituir o ex-presidente nesse encontro.

    Leia tudo sobre: lulacâncerrio20rio+20laringePT

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG