Deputados do Paraná gastam R$ 900 mil com “facebook coorporativo”

Plataforma foi lançada nesta terça-feira pela Assembleia Legislativa do Estado; ferramenta visa incentivar “interação social” e “relacionamento profissional”

Wilson Lima - iG Brasília |

Sandro Nascimento/Alep
Solenidade de lançamento do facebook corporativo na Assembleia Legislativa do Paraná

A Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) gastou R$ 900 mil com a criação de um “facebook coorporativo” para os deputados e para os funcionários da casa. A ferramenta foi lançada nesta terça-feira (12) durante um workshop. A casa paranaense é a primeira a adotar uma rede social coorporativa.

Chamado “Infolep”, o facebook dos deputados paranaenses tem ferramentas semelhantes à uma rede social comum. Cada funcionário tem um perfil com base cadastrado com o e-mail corporativo da cada e com base nesse perfil, cada funcionário ou deputado pode escolher quem são as pessoas com quem ele terá amizades virtuais ou não.

O programa também permite o bate-papo entre membros da Assembleia (com a disponibilização dos status disponível, ocupado, invisível ou off-line), comentário de fotos e vídeos dos usuários, visualizações sobre informações de perfis como os últimos membros da rede que acessaram o perfil e sugestão automática de novas amizades. E cada perfil pode ser identificado até pelo apelido do funcionário da casa.

Oficialmente, conforme o projeto de implantação da rede social corporativa, ela tem o objetivo de agregar “ao dia-a-dia de trabalho do servidor desta Casa facilidades e incentivo na interação social, colaboração, fluência da informação e relacionamento profissional, gerando uma mudança de comportamento, fruto do contato mais intenso e da comunicação facilitada”.

Os deputados afirmam que o programa visa apenas à interação no ambiente de trabalho. “Com este sistema de informação corporativa teremos agilidade, funcionalidade e integração entre os setores. O Legislativo é pioneiro na implantação desta rede, e mais uma vez está saindo na frente de outras assembleias brasileiras”, afirmou nesta terça-feira o presidente da Casa, deputado Valdir Rossoni (PSDB).

A contratação do sistema ocorreu por meio de pregão presencial realizado no ano passado e fez parte de um dos lotes de um pacote de contratos firmados para a “modernização administrativa e da gestão legislativa” da Casa. Somente esse lote do qual faz parte o “facebook legislativo” a casa gastou R$ 7,2 milhões.

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG