Em Minas, Dilma chama afilhado de Aécio de ‘parceiro estratégico’

Presidenta não poupou elogios ao governador Anastasia na assinatura de convênio que prevê liberação inicial de R$ 17,3 milhões para Anel Rodoviário

Denise Motta - iG Minas Gerais | - Atualizada às

A presidenta Dilma Rousseff (PT) e o governador Antonio Anastasia (PSDB) trocaram elogios em solenidade na capital mineira, no final da manhã desta terça-feira (12). O governo federal, do Estado e a prefeitura de Belo Horizonte assinaram convênio para reforma do Anel Rodoviário. Serão liberados inicialmente R$ 17,3 milhões para o projeto.

Eleições em BH:  Dividido, PT vota para escolher candidato a vice-prefeito de BH

Leia mais:  Eleições 2014 influenciam eleição em Minas

Wellington Pedro/ Imprensa MG
Dilma vai a Minas e troca elogios com o governador Anastasia

“Acredito nesta parceria com Anastasia. Ele é de um partido e eu sou de outro, mas temos o mesmo posicionamento republicano. Tenho em Anastasia um parceiro. Respeito e tenho certeza, (Anastasia) é grande político brasileiro com noção de país. Tenho certeza que (Anastasia) é um dos parceiros estratégicos para o Brasil ter pernas próprias para enfrentar a crise”, afirmou em discurso a presidenta. “Só é possível superar gargalos com visão integrada”, completou.

Anastasia, em discurso, foi mais contido nos elogios. Ele destacou a importância da parceria e agradeceu pelo menos quatro vezes o governo Dilma. Também disse ser o Palácio da Liberdade "sua casa", assim como Minas Gerais. Já a presidenta, em discurso, disse recordar sua infância. Ela lembrou que não havia muros separando o palácio do Minas Tênis Clube e por diversas vezes passou pelos jardins onde ocorreu a solenidade.

Leia também:  Dilma proíbe ministro de falar sobre Código Florestal

A comitiva de Dilma em sua cidade natal contou com as presenças dos ministros Paulo Sérgio Passos (Cidades), Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e Helena Chagas (Secretaria de Comunicação). O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, também desembarcou com a presidenta na capital. No período da tarde, ela participa de anúncio de recursos para o programa Rede Cegonha (atendimento em rede materno-infantil), no hospital Sofia Feldman, na região norte de Belo Horizonte.

O primeiro escalão do governo estadual esteve presente em peso, com pelo menos oito representantes, além do vice-governador Alberto Pinto Coelho (PP) e o próprio governador Antonio Anastasia (PSDB). O prefeito Marcio Lacerda (PSB) também marcou presença, assim como os senadores mineiros Clésio Andrade (PMDB) e Zezé Perrela (PDT). Padrinho de Anastasia, Aécio Neves não compareceu. Apesar de lideranças políticas, cadeiras vazias fizeram parte do cenário. A capacidade total girava em torno de 300 pessoas sentadas.

    Leia tudo sobre: dilma rousseffantonio anastasiaminas gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG