Ex-deputado da 'oração da propina' deixa prisão no Distrito Federal

Júnior Brunelli ficou preso por nove dias; ele é acusado de chefiar um esquema de desvio de recursos que somam mais de R$ 2 milhões

iG São Paulo | - Atualizada às

AE
Conhecido pelo vídeo 'Oração da Propina', Júnior Brunelli deixa prisão do DF

O ex-deputado distrital Júnior Brunelli (ex-PSC) foi libertado da prisão por volta da meia-noite desta quarta-feira, informou a Polícia Civil do Distrito Federal. Ele, que ficou conhecido após o vídeo da "oração da propina" no escândalo do mensalão do DF, estava detido há nove dias na carceragem do Departamento da Polícia Especializada (DPE).

Leia também: Ex-deputado do DF se entrega à polícia

Brunelli se entregou à polícia em 27 de maio . Ele é suspeito de chefiar um esquema de desvios de recursos que somam mais de R$ 2 milhões. Segundo a Polícia Civil, o mandado de prisão preventiva de Brunelli venceu e não foi prorrogado.

Relembre o caso:  PSC expulsa deputado distrital da 'oração da propina'

Mensalão do DEM: Ameaçada candidatura do deputado da “oração da propina”

O ex-deputado era considerado foragido da Justiça desde 25 de maio, depois que foi deflagrada a Operação Hofini, da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Deco).

Os desvios teriam sido efetuados por meio de emendas propostas por ele à Câmara Legislativa do Distrito Federal em 2009. No entanto, os projetos nunca saíram do papel.

Relembre o vídeo da 'oração da propina'


    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG