Impasse sobre obra da Copa aumenta tensão entre Cid e Luizianne no Ceará

Governo do Ceará propôs assumir execução de três túneis sob responsabilidade da prefeitura e abandonados pela construtora Delta, mas não agradou

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Uma das obras de mobilidade urbana de Fortaleza para a Copa do Mundo de 2014 se tornou novo motivo de discórdia entre a prefeita Luizianne Lins (PT) e o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB).

Leia mais: Lula entra em campo para manter aliança com PSB em Fortaleza

Na última quarta-feira (30), Cid manifestou interesse em assumir a execução de três túneis que cruzam avenidas importantes da capital. A obra em questão estava sob a responsabilidade da construtora Delta – um dos alvos da CPI do Cachoeira , mas a empresa abandonou o empreendimento, antes mesmo de montar o primeiro canteiro de obras.

Mário Sabino
A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins (PT)
A proposta do governador, anunciada primeiro à imprensa, não foi bem recebida pela prefeita de Fortaleza. Em resposta, Luizianne recomendou ao governo se “preocupar” em concluir suas próprias obras e “com o trabalho que tem pela frente” na capital. A petista disse ainda não ter intenção de transferir o trabalho.

O fato acirrou a tensão entre Cid e Luizianne . O grupo de Luizianne tem maioria dos delegados no Diretório Municipal para emplacar no domingo (3) a candidatura de seu secretário de Educação, Elmano Freitas. Contudo, o nome não é bem aceito pelo PSB.

A prefeita já reclamou da falta de disposição do governador em conversar sobre a aliança entre seus partidos e esteve reunida nesta semana com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele intervenha e ajude no diálogo entre os dois .

A recusa

Antes mesmo de a prefeita se posicionar sobre o assunto, ao oficializar a intenção do governo por meio de um documento, o secretário Especial da Copa do Estado (Secopa), Ferruccio Feitosa, já havia sido surpreendido pela recusa do coordenador de Projetos Especiais, Relações Institucionais e Internacionais da prefeitura (Cooperii), Geraldo Accioly.

São Paulo: Haddad reforça interesse em ter PSB aliado já no 1º turno

Jarbas Oliveira/Futura Press
A pedido de Luizianne, Lula tentará aparar as arestas com Cid Gomes
O ofício chegou ao gabinete da Cooperii na manhã desta sexta-feira (1ª). Contudo, Accioly informou não ter autonomia para tomar decisão sobre o assunto e solicitou ao titular da Secopa que o documento seja reenviado, mas da próxima vez direto do gabinete do governador para o gabinete da prefeita.

Ferruccio disse ter “estranhado” a atitude. “Mandei o ofício, na verdade, solicitando um momento para reunir o corpo técnico do governo e da prefeitura e discutir o projeto na perspectiva de transferência”, afirmou ao iG o secretário.

A dois dias do encontro municipal em que o PT irá definir sua candidatura para concorrer à sucessão em Fortaleza, o novo impasse entre prefeitura e governo demonstra que PT e PSB encontram dificuldades para se entenderem tanto na esfera administrativa quanto na política.

"Intrigas"

Prova é que na noite de quinta-feira (31), antes mesmo da recusa do ofício, Cid Gomes se adiantou e declarou à imprensa não ter intenção de “forçar nada” ou gerar “intrigas”. O governo alegou que a construção de uma linha de veículo leve sobre trilhos (VLT) – espécie de metrô de superfície – depende da finalização dos túneis. “O que eu penso é que duas obras sendo executadas pelo mesmo gestor ficam bem mais ágeis”, defendeu Ferruccio.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG