Divulgação de salários dos servidores do Congresso começa em 31 de julho

Segundo presidente da Câmara, Marco Maia, a forma da divulgação será definida após sua viagem a China, com reunião da Mesa Diretora

Agência Brasil |

A Mesa Diretora do Senado decidiu nesta quinta-feira que a divulgação dos salários dos servidores da Câmara e do Senado deve começar em 31 de julho. Os vencimentos serão apresentados de forma individual, com o nome de cada funcionário. Contudo, a forma de divulgação ainda deverá ser decidida pelas duas Casas.

Leia também: Câmara e Senado também vão divulgar salários de servidores

Saiba mais: Dilma abre 'guerra' ao mandar divulgar salários

Antonio Cruz/ABr
O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, viaja hoje à China e volta em 10 de junho

Primeiro dia: Lei de Acesso à Informação entrou em vigor e teve 700 consultas

O presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), disse que isso será definido na Casa após reunião da Mesa Diretora que só deve ocorrer em duas semanas, quando ele retorna de viagem da China.

Maia disse que agora está sendo feita a análise jurídica desse trâmite, sob coordenação da Direção-Geral da Câmara. “Já tomamos a decisão, vamos divulgar os salários de todos os servidores da Câmara. Estamos analisando, nesse momento, como será feito, quais serão os temas ou as rubricas dos salários que serão divulgados”, explicou o petista.

Para Maia, não há pressa para o início da divulgação dos salários, que será feita para cumprir as determinações da Lei de Acesso à Informação . Segundo ele, é preciso tomar todas as precauções para evitar questionamentos na Justiça posteriormente.

“Não há nenhum problema se for divulgado no dia 31 de julho ou antes, até porque não haverá alteração dos salários dos funcionários efetivos da Câmara até lá. Não há nenhum problema, não há nenhuma crise, é uma questão que pode e deve ser tratada com atenção até para não suscitar ações judiciais”, ponderou.

O presidente da Câmara viaja nesta quinta e volta no próximo dia10 de viagem à China. A ida ao país asiático é retribuição à visita do presidente do parlamento chinês, em 2006.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG