Gate foi acionado para desarmar o explosivo; deputada que teve gabinete invadido pede reforço no sistema de segurança da Casa

Os funcionários da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) passaram por apuros no início da tarde desta quarta-feira. Um homem de 54 anos invadiu o local por volta das 13h com uma bomba caseira e uma barra de ferro e ameaçou funcionários. Ele chegou a entrar no gabinete da deputada Vanessa Damo (PMDB), mas foi detido pela assessoria policial da Casa. Não houve feridos.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Alesp, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado para desarmar o explosivo, feito com fogos de artifício. O homem foi encaminhado ao 26º Distrito Policial, onde assinou um termo circunstanciado.

“A Assembleia precisa preservar as vidas de seus colaboradores e visitantes e, se preciso for, reforçar o sistema de identificação e detecção de armas e explosivos como é feito no Congresso Nacional”, afirmou a deputada Vanessa Damo por meio de nota divulgada por sua assessoria.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.