Paulo Teixeira (PT-SP) recebeu 21 votos, contra oito do senador Pedro Taques (PDT-MT), que era apoiado por parlamentares da oposição

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) foi eleito nesta terça-feira, no início da sessão da CPI do Cachoeira, vice-presidente da comissão. Sob fortes protestos e reclamações dos parlamentares dos partidos de oposição, o ex-líder do PT na Câmara recebeu 21 votos do colegiado, em votação secreta. O senador Pedro Taques (PDT-MT) teve oito votos. Dois integrantes da CPI anularam o voto.

Leia mais: Demóstenes acusa procurador-geral de praticar crime

Leia também: Demóstenes nega envolvimento em esquema de jogos ilegais de Cachoeira

Logo no início dos trabalhos na sessão desta terça, o presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), indicou o nome de Teixeira para ocupar a vice-presidência da comissão. O nome, então, foi submetido aos membros da CPI e despertou muitos protestos de parlamentares da oposição.

“Não existe democracia sem oposição. Não existe CPI sem a função importante da presença da minoria. Essa atitude de indicar o ex-líder do PT para ser o vice-presidente está nessa linha de que não há limite para nada. Nessa linha que permite que um ex-presidente tente constranger um ministro do STF”, criticou o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), em alusão à suposta pressão feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre o ministro do STF Gilmar Mendes para adiar o julgamento do mensalão, segundo reportagem publicada pela revista “Veja” nesta semana.

Os opositores, então, tentaram emplacar o nome de Pedro Taques, integrante da ala independente do PDT. Mas, na votação, prevaleceu a maioria governista, e Paulo Teixeira foi eleito vice-presidente da CPI.

A reunião desta quinta-feira da CPI do Cachoeira, que já começou tensa, deve votar os requerimentos para a quebra dos sigilos da Delta nacional e a convocação dos governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), e do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.