Trabalhadores rurais ocupam sede do Ministério da Fazenda

Grupo de manifestantes quebrou o vidro de entrada e reivindica medidas para socorrer produtores dos efeitos da estiagem no Sul

iG São Paulo |

Dezenas de trabalhadores rurais invadiram a sede do Ministério da Fazenda, em Brasília, na manhã desta quarta-feira para reivindicar a adoção de medidas para socorrer produtores rurais que enfrentam problemas com a estiagem na região sul do país.

Um grupo dos manifestantes, que ocuparam o prédio antes das 7h, continuava no local no meio da manhã, impedindo o acesso de servidores e autoridades ao edifício. Os trabalhadores também quebraram o vidro da entrada exclusiva do ministro Guido Mantega.

Leia também: Um dia após invasão, MST deixa prédio do ministério e se reúne com ministro

AE
Trabalhadores quebram a janela e invadem sede do ministério

Saiba mais: Governo só negocia quando MST deixar prédio do ministério

Segundo a polícia, há cerca de 150 manifestantes, sendo que a metade está do lado de fora do prédio e o restante no prédio. De acordo com a entidade que representa os trabalhadores, o número de ocupantes é maior, estimado em cerca de 300 pessoas.

Os trabalhadores rurais ocuparam o Ministério da Fazenda para reivindicar a adoção de medidas, como parcelamento de dívidas e crédito rural, destinadas a socorrer produtores rurais da agricultura familiar que enfrentam problemas com a estiagem na Região Sul do país.  O movimento é liderado pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Ftraf).

Várias viaturas da Polícia Militar ocupam as vias próximas à sede do Ministério da Fazenda na tentativa de evitar maiores incidentes. No entanto, a retirada dos ocupantes do prédio terá que ser feita pela Polícia Federal.

Segundo informações da PM, a desocupação já está sendo negociada pela Polícia Federal. Até o momento, no entanto, não há perspectiva de retirada dos ocupantes. A assessoria da Fazenda ainda não sabe se vai dar para o ministro trabalhar em seu gabinete ou se ele vai ter que despachar em outro lugar. O chefe de gabinete de Mantega, Marcelo Fisch, recebeu do ministro a incumbência de negociar com os manifestantes.

Alguns integrantes da equipe técnica do ministro da Fazenda, Guido Mantega, tentaram na manhã desta quarta-feira entrar no prédio, mas foram impedidos pelos manifestantes que ocupavam as duas entradas principais na área interior do prédio.

Com Valor Online e Reuters

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG