'Não-depoimento' de Cachoeira é o tema mais comentado no Twitter brasileiro

Usuários da rede de microblogs ironizam silêncio do bicheiro em depoimento à CPI e fazem do contraventor um dos temas que mais repercutem em todo o mundo

iG São Paulo |

Enquanto marca presença em sessão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga as relações de seu grupo com autoridades, políticos e empresários, mas permanece em silêncio, o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, se tornou o assunto mais comentado do Twitter brasileiro nesta terça-feira. Pouco depois de começar a ser sabatinado pelos parlamentares, o bicheiro já era destaque na rede de microblogs. A hashtag #PergunteaoCachoeira chegou a assumir o primeiro lugar nos Trending Topics (TTs) nacionais, a lista dos temas mais debatidos pelos usuários do Twitter.

André Dusek/AE
Ao lado de seu advogado, o ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, Carlinhos Cachoeira ficou em silêncio em depoimento à CPI no Congresso

Leia mais: Cachoeira depõe à CPI, mas não responde às perguntas dos parlamentares

Assista: Veja o depoimento de Carlinhos Cachoeira à CPI

TV iG: Mulher de Cachoeira causa alvoroço em chegada ao Congresso

Leia também: Cachoeira não vai ao Conselho de Ética, diz advogado de Demóstenes

Poder Online: 'Depoimento não está servindo para nada', critica Onyx Lorenzoni

Ironizando o fato de o contraventor não responder a nenhuma pergunta dos parlamentares, os internautas enviaram questões hipotéticas a Cachoeira. Um deles quis saber do bicheiro quais seriam os números do próximo sorteio da Mega-Sena e outro perguntou se Cachoeira estava satisfeito com “a palhaçada que se tornou a CPI”. Também houve quem perguntasse ao contraventor se ele se considerava "um personagem, do teatro do absurdo ou um performer" e aqueles que queriam saber de Cachoeira qual seria o resultado do jogo do bicho. 

Outros tópicos relacionados ao depoimento de Cachoeira à CPI também estiveram entre os trending topics do Twitter no Brasil. A intervenção da senadora Kátia Abreu (PSD-TO), que criticou duramente a postura do contraventor e cobrou o fim da sessão da comissão, alegando que o silêncio do depoente tornava a reunião inócua, recebeu elogios dos usuários. O nome da senadora também foi um dos mais comentados no Twitter nacional.

Também chegaram a fazer parte da lista dos TT do Twitter no Brasil as hashtags #Carlos Cachoeira e #CPI. No ranking mundial dos trending topics, o nome do bicheiro também apareceu entre os dez assuntos mais comentados pelos usuários do microblog.

Carlinhos Cachoeira, que chegou ao Congresso Nacional por volta das 13h15 para prestar depoimento, deixou claro desde o início de sua participação na sessão que não responderia a nenhum questionamentos dos deputados e senadores. “Estou aqui como manda a lei, mas não falarei nada. Constitucionalmente, fui advertido pelos meus advogados para não falar nada e não falarei nada aqui. Somente depois da audiência com o juiz (...) aí pode me chamar que virei aqui para falar e responderei a qualquer pergunta”, afirmou o contraventor logo no início do depoimento.

Carlinhos Cachoeira foi preso em 29 de fevereiro pela Operação Monte Carlo da PF e é acusado de comandar um esquema de exploração de maquinas de caça-níqueis. Apesar da tentativa da defesa de adiar seu depoimento pela segunda vez, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o comparecimento do contraventor aconteceria nesta terça. O primeiro adiamento aconteceu há uma semana, quando o ministro Celso de Mello acatou os argumentos da defesa de que Cachoeira não podia depor, porque não teve acesso aos inquéritos que o investigam. 

Confira a repercussão da CPI nas redes sociais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG