Mulher de Cachoeira causa alvoroço na chegada ao Congresso

Apelidada de 'musa da CPI', Andressa Gonçalves usava óculos escuros e evitou falar com a imprensa

Fred Raposo, iG Brasília |

A mulher do contraventor Carlinhos Cachoeira, Andressa Mendonça, causou alvoroço na chegada ao Congresso Nacional para acompanhar o depoimento do marido. Apelidada de “musa da CPI”, Andressa trajava blusa branca e óculos escuros e preferiu não falar com a imprensa.

André Dusek/AE
'Musa da CPI', a mulher de Carlinhos Cachoeira, Andressa Gonçalves, causou alvoroço em sua chegada à CPI
Leia mais: Cachoeira chega para depor à CPI, mas diz que fica em silêncio

Assista: Veja o depoimento de Carlinhos Cachoeira à CPI

Leia também: Ausência de advogado não interfere em parecer sobre Demóstenes, diz relator

Diferentemente de Cachoeira, que entrou escondido no Senado pelo gabinete do ex-líder petista Humberto Costa (PE), Andressa caminhou pelos corredores da Casa acompanhada de seguranças.

No trajeto até a sala onde estava Cachoeira, ao lado do plenário da CPI, ela causou um “strike” de repórteres e cinegrafistas que a seguiam e tropeçaram nos fios de “spots” de luz. Andressa chegou ao Senado por volta de 13h25, dez minutos após Cachoeira.

Do gabinete de Costa, usou uma “passagem estratégica”, nos fundos da sala de Costa, para driblar os jornalistas e acompanhar o início da sessão de uma sala próxima à CPI.

A viatura que transportou Cachoeira do presídio da Papuda foi escoltada por dois carros, um do departamento penitenciário da Papuda e outro da Polícia Federal.  

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG