Serra adota cautela sobre liderança em pesquisa e vice: ‘Ainda é cedo'

Em ato de apoio do PV à pré-candidatura tucana, ex-governador se disse "alinhado com a causa do meio ambiente"

Fábio Matos, iG São Paulo |

AE
O pré-candidato José Serra durante anúncio oficial da aliança com PV
Líder na pesquisa Ibope divulgada na última quarta-feira, com 31% das intenções de voto , o pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, o ex-governador José Serra, recebeu nesta quinta-feira o apoio formal do PV, que anunciou que fará parte de sua coligação na campanha .

Em ato realizado no Salão Nobre da Câmara Municipal, além do tucano, estiveram presentes o prefeito Gilberto Kassab (PSD), o presidente nacional do PV, José Luiz Penna, o secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, entre outras lideranças.

Questionado sobre a liderança no levantamento divulgado nesta quarta-feira, o tucano adotou um discurso cauteloso. “É claro que é melhor você estar bem na pesquisa, mas ainda é muito cedo. É muito prematuro fazer uma avaliação neste momento”, comentou. Com 31%, Serra tem grande vantagem sobre o segundo colocado, Celso Russomano (PRB), e uma diferença ainda maior sobre o pré-candidato do PT, o ex-ministro Fernando Haddad, que soma 3% das intenções de voto neste momento.

Saiba mais: PV anuncia apoio formal a Serra; militância quer Eduardo Jorge como vice

O ex-governador paulista também foi questionado sobre a empolgação da militância do PV em relação ao nome do secretário Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge, como possível indicado do partido para ocupar a vaga de vice na chapa tucana. E despistou: “Essa decisão sobre o vice nós vamos tomar só lá no final de junho”, limitou-se a dizer, depois de elogiar muito o trabalho de Eduardo Jorge.

“O Eduardo eu conheci quando era líder do PSDB, e ele, líder do PT na Câmara Federal. É um homem muito atuante em todas as áreas, porque tem espírito público”, disse Serra. “Foi uma das pessoas que mais me incentivou a aceitar o cargo do Ministério da Saúde (durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso). O Eduardo foi um grande companheiro de governo.”


Bicicletas e preocupação ambiental

Serra chegou à Câmara por volta das 19h15, mais de duas horas após o início da cerimônia, acompanhado por Kassab. O pré-candidato tucano foi muito aplaudido pela militância do PV e logo tomou a palavra para agradecer pelo apoio da legenda e afirmar seu compromisso com as causas ambientais.

“O apoio do PV, para mim, não tem um significado meramente político-eleitoral. Mas tem um significado muito especial do ponto de vista qualitativo, das ideias. Eu me considero um homem público alinhado com a causa do meio ambiente no Brasil há muitos anos”, afirmou Serra, recebendo aplausos dos presentes ao encontro.

O pré-candidato tucano à Prefeitura de São Paulo citou sua preocupação com os ciclistas e defendeu a atual administração do prefeito Kassab.

“A Prefeitura de São Paulo avançou muito nesses últimos anos. O Kassab deu uma cobertura total a esse trabalho, uma vez que assumiu a prefeitura. Muito se fala hoje, mas tudo o que se fez em matéria de bicicleta em São Paulo foi depois da nossa vitória, em 2005 (foi eleito prefeito em 2004). É uma coisa que entrou na vida da cidade.”

Antes da fala de Serra, o prefeito Gilberto Kassab pediu a palavra e agradeceu, de forma rápida, a decisão do PV de apoiar a pré-candidatura de Serra.

“É um evento histórico, pois é a largada da candidatura do Serra para voltar a ser prefeito de São Paulo. Esse ato incentiva e fortalece o Serra. Eu vim aqui para aplaudir, eu vim aqui para agradecer. Parabéns a todos vocês”, afirmou o prefeito.

    Leia tudo sobre: eleiçõesspeleições2012serraPV

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG