Com 31%, Serra lidera disputa em São Paulo; Haddad tem 3%

Ex-governador segue à frente na corrida pela prefeitura, diz Ibope, enquanto petista patina; Russomano, em 2º, tem 16%

iG São Paulo |

O pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, o ex-governador José Serra, aparece na liderança das intenções de votos em pesquisa feita pelo Ibope, encomendada pela Rede Globo e divulgada na noite desta quarta-feira no SPTV 2ª edição. O tucano tem 31%, seguido por Celso Russomano (PRB), com 16%. Já o ex-ministro da Educação, Fernando Haddad (PT), cuja candidatura conta com a chancela do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segue patinando e aparece com 3% das intenções de voto.

Atrás de Serra e Russomano, os mais bem posicionados na pesquisa são o ex-vereador Netinho de Paula (PCdoB), com 8% das intenções de voto; Soninha Francine (PPS), com 7%; Gabriel Chalita (PMDB), com 6%; e Paulo Pereira da Silva (PDT), com 5%. Carlos Gianazzi (PSOL) e Luiz Flávio Borges D'Urso (PTB) alcançaram 1%, cada. Levy Fidélix não pontuou na pesquisa.

Votos brancos e nulos somaram 11%, e 10% dos entrevistados não sabem ou não opinaram. A pesquisa foi feita entre os dias 5 e 7 de maio e ouviu 805 pessoas. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, e a pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número SP-00027/2012.

Leia mais: Lula se encontra com Haddad e marqueteiro para discutir estratégia

Mais PT: Partido adia palanque de Lula para Haddad e agora fala em ter ex-presidente em junho

Corrida em SP: PMDB e Chalita são multados por propaganda antecipada

Os números são semelhantes aos apurados por outro instituto de pesquisa, o Datafolha, em levantamento realizado no início de março. Serra tinha 30%, à frente de Russomano (19%), Netinho (10%), Paulo Pereira da Silva (8%), Soninha e Chalita (7%) e Haddad (3%).

Leia também: Serra recebe apoio de Trípoli, mas desconversa sobre Aníbal

Ninho tucano: Ex-governador ouve cobrança de militante e pede ajuda no boca a boca

Vice-líder: 'Ninguém segura', brinca Russomano sobre possível chapa com Netinho

Na última pesquisa do Ibope para a eleição em São Paulo, divulgada em janeiro e encomendada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, antes mesmo de Serra se lançar na disputa das prévias do PSDB que definiram a escolha do pré-candidato tucano à prefeitura, o ex-governador paulista aparecia na primeira colocação, com 20% das intenções de voto. Netinho tinha 14% e era seguido por Paulo Pereira da Silva (8%), Soninha (6%), Chalita (5%) e Haddad (4%). Russomano não foi incluído naquela sondagem, o que gerou reclamações do pré-candidato do PRB.  

Na última segunda-feira, o pré-candidato do PSDB recebeu o apoio formal de lideranças locais do partido ligadas ao deputado federal Ricardo Trípoli, adversário de Serra nas prévias realizadas pela legenda (ficou em terceiro lugar na preferência da militância tucana).

JB Neto/AE
Ex-governador José Serra (PSDB) lidera as intenções de voto na corrida pela prefeitura de São Paulo; petista Fernando Haddad ainda não decolou

Enquanto isso, do lado petista, às vésperas de um encontro da Executiva Nacional do partido, que acontecerá nesta quinta, em São Paulo, a candidatura de Haddad ainda encontra dificuldades para decolar. Apesar do discurso de otimismo, membros do partido temem a estagnação do pré-candidato e fazem uma comparação com a então candidata à presidência da República, Dilma Rousseff, nas eleições de 2010, que já aparecia mais bem colocada nas pesquisas nesta mesma época, dando sinais de que seria competitiva. 

Semana agitada

Durante esta semana, outro fato relevante do cenário eleitoral paulistano foi o anúncio, por parte de Russomano, segundo colocado na pesquisa, de que o PRB não se coligaria a Gabriel Chalita no 1º turno , já que o peemedebista não cogita ceder a cabeça de chapa e não se contentaria com uma possível vaga de vice. “O Chalita, me parece que por uma questão mais pessoal, não abre mão da candidatura. Já que o PMDB não abre mão, e que o Celso é o segundo colocado, disparado, nas últimas pesquisas, decidimos que o PRB terá candidatura própria a prefeito de São Paulo”, afirmou, na ocasião, o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira.

No mesmo dia, o próprio Chalita reconheceu publicamente que as chances de haver uma terceira via na eleição de São Paulo, com a união de várias candidaturas para enfrentar a polarização entre PSDB e PT, ficaram mais remotas. “Não há possibilidade desta terceira via. Acredito que é muito improvável algum pré-candidato abrir mão de sua candidatura. Eu não abro mão da minha, e acho que nenhum deles”, disse durante sabatina no SBT. Entretanto, Russomano continua sonhando com uma chapa forte e agora mira em Netinho, do PCdoB, para uma possível aliança no 1º turno.

Avaliação de Kassab e Alckmin

A pesquisa Ibope também perguntou aos eleitores o que eles achavam das administrações do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), e do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Em relação a Kassab, aliado político de Serra, 39% consideram o governo ruim ou péssimo, enquanto 22% o avaliam como bom ou ótimo, e 38%, como regular. Não sabem ou não responderam 2% dos entrevistados. 

A avaliação do governo Alckmin é mais positiva que a do atual prefeito: 42% entendem que a administração do tucano é boa ou ótima, ao passo que 18% dizem que ela é ruim ou péssima. Também são 38% os que a avaliam como regular, enquanto 2% não sabem ou não opinaram. 

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG