Lula fez discurso em tom emotivo, pediu desculpas por falar sentado e disse que ainda se recupera após tratar câncer

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu nesta sexta-feira (4) títulos de doutor honoris causa das cinco universidades públicas fluminenses: Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). A presidenta Dilma Rousseff participou da cerimônia.

Leia também: Lula chega de bengala e fala por 20 minutos em evento no Rio

Galeria de imagens: Relembre as visitas que Lula recebeu durante o tratamento

Ao lado de Dilma, Lula recebe título de doutor de cinco universidades no Rio
Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Ao lado de Dilma, Lula recebe título de doutor de cinco universidades no Rio

Lula fez um discurso em tom emotivo. Ele começou pedindo desculpas por falar sentado e sem improviso, ao contrário do que costuma fazer, justificando que ainda está em processo de recuperação após o tratamento do câncer na laringe. Ontem, em evento no BNDES, Lula chegou de bengala, mas conseguiu fazer um discurso de 20 minutos .

Bem-humorado e demonstrando disposição, o ex-presidente destacou a importância da educação para o País e citou feitos de seu governo. Lula lembrou que ele e o ex-vice-presidente José Alencar foram as primeiras pessoas a chegar à Presidência da República sem ter um diploma de cursos superior. "Parecíamos que tínhamos (um título universitário), mas não tínhamos", brincou, arrancando risos do público.

Entre as realizações do seu governo, o ex-presidente citou a criação do Universidade Para Todos, programa de concessão de bolsas para estudantes de baixa renda em instituições privadas, a criação de novas universidades federais e a redução da pobreza no País.

Sentado ao lado de Dilma, Lula lembrou a participação dela em seu governo como ministra chefe da Casa Civil, pasta na qual gerenciou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Antes, quando Lula foi chamado à mesa e foi ovacionado pelo público, a presidenta não conteve as lágrimas.

Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.