Aos 33 anos, pedetista será o ministro mais jovem do governo de Dilma

O deputado federal Brizola Neto (PDT-RJ) toma posse nesta quinta-feira (3) como novo ministro do Trabalho. Aos 33 anos, o pedetista é o ministro mais jovem do governo da presidenta Dilma Rousseff e, apesar de ter sido convidado para o cargo há dois meses , a decisão demorou para sair porque o seu nome sofria resistência do grupo do antecessor, Carlos Lupi, dentro do PDT.

Especial: Conheça o ministério comandado por Dilma

Por isso, antes de confirmar Brizola Neto no Trabalho, Dilma chamou Lupi e o deputado para uma conversa no Palácio do Planalto na última segunda-feira (30), como antecipou a coluna Poder Online .

Perfil: Aos 33 anos, Brizola Neto é o ministro mais jovem do governo Dilma

Brizola costurou apoio dentro do partido em torno de seu nome , sobretudo junto a integrantes da bancada da Câmara. Seu maior aliado no PDT é o deputado Paulinho (SP), que é também presidente da Força Sindical.

No momento mais crítico das negociações, Paulinho ameaçou romper com o governo e aderir à oposição. Brizola Neto também impôs uma derrota a Carlos Lupi, na disputa pelo diretório regional do PDT do Rio de Janeiro.

Lupi foi ministro do Trabalho entre 2007 e dezembro do ano passado. Ele deixou o cargo após uma série de denúncias de irregularidades na pasta. A mais grave refere-se ao uso de um avião de uma ONG que presta serviços à pasta do Trabalho.

Ao confirmar o nome de Brizola Neto como novo ministro do Trabalho, Dilma Rousseff disse, em nota, ter confiança de que ele “prestará grande contribuição ao país”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.