Câmara adia votação do Código Florestal para quarta-feira

Previsão é que o texto seja votado à tarde

Reuters |

Deputados decidiram adiar para quarta-feira a votação do relatório do Código Florestal, de autoria do deputado Paulo Piau (PMDB-MG), depois de a matéria polêmica ter sido levada a plenário na noite de terça-feira, mesmo sem acordo.

Entenda: Saiba o que está em jogo na votação do Código Florestal

Saiba mais: PSOL diz que relator do Código Florestal recebeu R$ 990 mil de ruralistas

O texto será lido em sessão durante a manhã e a previsão é de que seja colocado em votação à tarde.

O relatório, que deve passar pela Câmara dos Deputados, encontra resistências em diversas frentes, do governo à bancada ruralista, que tem como um dos pontos mais controversos as áreas de preservação.

O relator Paulo Piau retirou do texto a exigência de faixas de recuperação de vegetação desmatada ao longo de rios, deixando para os Executivos federal e estaduais a posterior definição desses percentuais de reflorestamento.

A iniciativa foi classificada como uma "anistia a desmatadores" pelo governo, que defendia a aprovação do texto que passou no Senado, pois foi negociado com parlamentares de diversos setores e prevê a recuperação de faixas que variam de acordo com a largura do rio.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    Leia tudo sobre: Código florestalvotaçãocâmara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG