PSDB promove evento para consolidar núcleo sindical

Encontro vai reunir os tucanos FHC, Aécio Neves, José Serra, Sergio Guerra e o prefeito Gilberto Kassab (PSD) em São Paulo

AE |

selo

Com o objetivo de quebrar o estigma de que o PSDB é um partido de elite e reduzir a distância entre as lideranças partidárias e os setores da sociedade, o núcleo sindical tucano realiza seu primeiro grande evento, na próxima sexta-feira (dia 27), com a presença de lideranças da sigla, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso , o senador Aécio Neves (MG), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin , o pré-candidato da sigla à Prefeitura de São Paulo, José Serra , e o presidente nacional da legenda, Sérgio Guerra, além de lideranças sindicais de todo o País e políticos de outros partidos, como o prefeito da Capital, Gilberto Kassab (PSD).

"Pretendemos reunir cerca de 2 mil pessoas neste 1º congresso do nosso núcleo para dar o pontapé inicial na área sindical do PSDB. Com isso, vamos mostrar que somos também um partido das bases, que defende os trabalhadores", diz o secretário nacional de Política Sindical do PSDB e membro da Executiva estadual da sigla, Antonio de Souza Ramalho.

Ramalho diz que o 1º Congresso Nacional do Núcleo Sindical do PSDB é realizado num momento político importante, de pré-campanha municipal em todo o País. "Além de resgatar a prática histórica da social democracia, que tem sólidas âncoras na organização sindical dos trabalhadores, o núcleo pretende ser também uma espécie de porta-voz das propostas deste setor, levando a pauta da legenda às campanhas políticas", reitera Ramalho. Dentre as propostas, está a confecção de uma cartilha com as principais bandeiras do PSDB, numa linguagem mais popular e acessível para todas as camadas da população, informa o secretário nacional de Política Sindical do PSDB.

AE
O presidente do PSDB Sérgio Guerra, Fernando Henrique Cardoso, Aécio Neves e José Serra durante a 10ª Convenção Nacional do partido, em Brasília, em maio de 2011

Segundo o coordenador do núcleo sindical tucano na Região Metropolitana, Atevaldo Leitão, o PSDB está consolidando suas bases sindicais em todo o País (há núcleos em todos os Estados da federação) e no dia 14 deste mês foi criado o núcleo sindical do Grande ABC. "Essa estrutura deverá incomodar o Partido dos Trabalhadores, pois estamos retomando nossa origem social democrata e buscando inserção num local que sempre foi tradicionalmente vinculado ao nosso principal adversário político", destaca Atevaldo. Ele informa que o núcleo do PSDB reúne sindicalistas de várias centrais, dentre elas Força Sindical, Nova Central, UGT e CGTB.

Elite

Para o presidente do PSDB de Diadema, José Dourado, é um equívoco dizer que a sigla é um partido de elite e das classes mais ricas. "Meu trabalho aqui em Diadema, por exemplo, mostra o contrário, pois estou sempre em contato com os trabalhadores e com todas as camadas da população, independentemente de status social", destaca. Ele acredita que a oficialização do núcleo sindical da legenda vai ajudar a "mostrar essa face do partido, uma face que atua em estreita ligação com a classe trabalhadora".

O 1º Congresso Nacional do Núcleo Sindical do PSDB vai tratar de temas diversos, dentre eles: mudanças na política econômica, redução dos juros, desenvolvimento do País, distribuição de renda, fortalecimento do mercado interno, revolução da política educacional, jornada de trabalho de 40 horas semanais sem redução de rendimentos e salário igual para mulheres em condições de igualdade com os homens. As questões políticas também estarão sendo debatidas. O evento ocorre nessa sexta (dia 27), das 9hs às 13hs, na Casa de Portugal, na Capital.

    Leia tudo sobre: eleições2012PSDBsindicato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG