Para desobstruir avenida, tropa de choque dispersou integrantes de protesto e deteve duas pessoas

Policiais impediram evolução de protesto à noite em São Paulo
AE
Policiais impediram evolução de protesto à noite em São Paulo
A manifestação contra a corrupção realizada em São Paulo neste sábado, na Avenida Paulista, acabou em confronto entre manifestantes e a polícia militar. A marcha, que começou pela tarde, se estendeu até o início da noite, quando os integrantes foram dispersados pela tropa de choque da PM.

Segundo a polícia, apenas uma via da avenida havia sido liberada para a marcha, mas por volta das 18h, os manifestantes bloquearam as duas faixas. A polícia usou bombas de efeito moral contra o grupo para desobstruir a via, segundo a assessoria da PM. Dois manifestantes foram detidos.

Leia também: Marcha contra corrupção reúne 6 mil em Brasília

Os manifestantes do Movimento Brasil contra a Corrupção (MBCC) pedem rapidez no julgamento do escândalo do mensalão, o fim do foro privilegiado para parlamentares e voto aberto em todas as votações do Congresso. O evento, organizado pelas redes sociais da internet, contou com a participação, além do MBCC, de várias organizações não governamentais e grupos de protesto, como Revoltados On Line, o Dia do Basta, Quero o Fim da Corrupção, Nas Ruas e Pátria Minha.

Segundo a Polícia Militar de São Paulo, o protesto reuniu cerca de 800 pessoas. De acordo com os organizadores, o número foi bem maior, cerca de 3 mil.

A Marcha contra a Corrupção foi realizada em várias capitais neste sábado.

Duas pessoas foram detidas no final da manifestação em São Paulo
AE
Duas pessoas foram detidas no final da manifestação em São Paulo


*Com Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.