Ayres Britto diz que quer julgar o mensalão o mais rápido possível

Caso está nas mãos do ministro Ricardo Lewandowski, que quer julgar caso ainda no 1º semestre

Wilson Lima, iG Brasília |

Antes de assumir a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Ayres Britto afirmou que pretende julgar o caso mensalão o mais rápido possível. Internamente, os ministros fazem uma frente de trabalho para que o julgamento ocorra ainda no primeiro semestre.

Leia também: Ministro Ayres Britto assume STF priorizando combate à corrupção

Poder Online: Veja como pensa Ayres Britto, um progressista no comando do STF

Gervásio Baptista/SCO/STF
Ministro Ayres Britto assume comando do STF

Ao chegar no STF nesta quinta-feira (19), Ayres Britto disse que “tão logo o processo seja liberado para pauta de julgamento, nós providenciaremos a devida publicação da pauta de julgamento”.

Atualmente, o processo está nas mãos do ministro revisor Ricardo Lewandowski. O parecer dele é fundamental para que os demais ministros elaborem seus votos. Na noite de quarta-feira, Lewandowski afirmou que pretende julgar o caso mensalão ainda no primeiro semestre.

Leia também: Carlos Ayres Britto é eleito novo presidente do STF

Poder Online: Novo presidente do Supremo Tribunal Federal tem visões

A frente que o STF monta atualmente tem dois grandes objetivos. O primeiro é evitar que alguns crimes prescrevam e alguns réus não sejam punidos. Além disso, no segundo semestre, haverá uma divisão natural das tarefas do Supremo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por conta das eleições.

    Leia tudo sobre: ayres brittostfmensalão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG