Carlinhos Cachoeira será transferido para presídio em Brasília

Tribunal aceitou pedido de advogados; desembargador afirmou que ele não cometeu crime hediondo e não representa risco

AE |

selo

Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, será transferido de Mossoró (RN) para Brasília nos próximos dias. O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Tourinho Neto, aceitou o pedido de transferência feito pelos advogados de Carlinhos Cachoeira.

De acordo com o TRF, o desembargador afirmou, em sua decisão, que Cachoeira não cometeu nenhum crime hediondo e não representa alto risco para a sociedade.

Preso, Cachoeira não vai ao enterro da mãe em Goiás

Os advogados de Cachoeira argumentavam que não havia necessidade de seu cliente ficar no presídio federal de Mossoró, onde a rotina de segurança foi apontada como desnecessária, já que seria a primeira vez que ele era preso.

Além disso, os advogados afirmavam que tinham dificuldades para despachar com o cliente e que a família de Cachoeira tinha problemas para visitá-lo, devido à distância.

Ele ficará na área reservada a presos federais no presídio da Papuda, no Distrito Federal.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG