Assaltante foi preso minutos depois de roubar uma motocicleta na zona oeste da capital; o suspeito tinha acabado de atingir a maioridade penal

Ação rápida e certeira, sem tempo para reação. A ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) do Segundo Batalhão de Polícia de Choque da Polícia Militar mostrou neste final de semana a importância da presença ostensiva pelas ruas da capital paulista.

Leia também: ROCAM prende dupla que roubava carros e motos na zona sul de São Paulo 

ROCAM recuperou moto roubada minutos depois do crime
Divulgação/ROCAM
ROCAM recuperou moto roubada minutos depois do crime

Na tarde deste domingo (3), a equipe de ROCAM formada pelo Capitão Gregorim, Cabo Ronaldo, Cabo Aguiar e Cabo Vila Nova fazia uma ronda pela zona oeste de São Paulo quando uma situação despertou a atenção dos PMs.

"A nossa viatura estava pela Avenida Carlos Caldeira Filho quando dois homens passaram em uma moto. O que chamou a atenção foi que eles estavam sem capacete e em velocidade mais alta, então resolvemos fazer uma abordagem", diz o Capitão Gregorim.

De acordo com o Capitão, mesmo com os sinas de parada enviados pelos PMs, os dois suspeitos saíram em disparada. "Nós demos sinal sonoro e eles fugiram, mas não demorou muito e acabaram perdendo o controle da moto e caíram. O que estava no piloto ficava olhando para trás e acabou escorregando com a motocicleta", revela o Policial.

Assim que caíram, os dois tentaram fugir. "O homem que estava guiando a moto conseguiu fugir, ele saiu correndo e entrou no Terminal Campo Limpo se misturou e não vimos mais. Já o carona não teve jeito pegamos e ele na mesma hora confessou o crime, falou que tinha perdido e que havia acabado de realizar o roubo da moto. Esse suspeito estava com uma arma falsa que foi apreendida pela nossa equipe", revela o Capitão.

O suspeito abordado pela equipe tinha acabado de completar 18 anos e já tinha outras quatro passagens quando era menor de idade. "Ele não falou mais nada, mas tinha uma tatuagem na perda que significa matador de Policial. Quando nós o levamos ao DP, ele acabou falando dessas passagens quando era menor e que seu irmão também já tinha morrido durante um roubo", diz o PM.

Mas se esse criminoso vai ganhar uma "festa surpresa" na cadeia, cortesia da ROCAM, a vítima por outro lado teve uma gratíssima notícia. "No momento em que realizávamos a abordagem do suspeito, a homem que havia acabado de ter a moto roubada nos encontrou. Ele estava muito feliz de recuperar a moto. Ele está desempregado e faz bico de motoboy. Quando terminava de fazer uma entrega, foi abordado por essa dupla e teve a motocicleta roubada. Ele tem dois filhos pequenos e depende dessa moto. Ele estava muito assustado, a dupla ameaçou atirar, mas ficou muito agradecido e feliz por tão rapidamente recuperar o seu bem", finaliza o Capitão Gregorim.

Arma falsa apreendida pela equipe da ROCAM
Divulgação
Arma falsa apreendida pela equipe da ROCAM


A Rocam

Criada em 1982 com o objetivo de dar maior agilidade ao combate ao crime de roubo de veículos e pedestres no intenso trânsito de São Paulo, a ROCAM ficou conhecida pela sua eficiência e agilidade no cumprimento de suas missões. O Batalhão de Choque iniciou o ano de 2017 com a aquisição das modernas motocicletas Triumph Tiger 800XCx.

Leia também: No feriado da padroeira do Brasil, ROCAM exorciza o crime na cidade de Aparecida

Após vencer a licitação pública para fornecimento de motocicletas acima de 600cc, a tradicional montadora inglesa já entregou o primeiro lote de 86 Tiger 800 XCx que já estão com a ROCAM patrulhando as ruas de São Paulo e combatendo a criminalidade. Além da venda, o programa da Triumph inclui um programa de pós-venda e treinamento especializado em pilotagem para os Policiais.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.