Polícia Militar Ambiental apreende 249 aves silvestres em cativeiro

Os animais silvestres foram soltos em parque na região de Sorocaba. O criminoso recebeu quase R$ 1 milhão em multas dos Policiais Militares

A união entre a Polícia Militar Ambiental e um cidadão cansado de ver um crime fez mais uma "vítima" no início desta semana. Em Sorocaba, uma ligação anônima levou os Policiais a descobrir um cativeiro de aves silvestres em uma residência.

Leia também: Polícia Militar Ambiental atua para proteger o espaço aéreo da ameaça de balões

Foto: Divulgação/PMAmbiental
Aves silvestres foram libertadas em um parque da região de Sorocaba

Os homens da Polícia Militar Ambiental foram averiguar a denúncia e acabaram comprovando o crime. O Cabo Camargo e a Cabo Viviam foram os responsáveis por realizar a ocorrência. "Logo que os PMs chegaram na frente da residência desse homem, eles já encontraram uma gaiola com um pássaro sem anilha. Isso já constituía um crime, a partir daí entramos na casa e lá foram encontrados muito mais passarinhos nativos", afirmou Tenente Clayton Bortoletti.

Dentro da residência do criminoso, os Policiais acabaram achando 239 canários da terra, sete trinca-ferros, um galo de campina, um coleirinha papa-capim e um pássaro preto. Os animais estavam com claros sinais de maus-tratos, o que foi confirmado pelo laudo emitido pelo veterinário que esteve no local.

Leia também: Polícia Militar Ambiental prende "vereador caçador" no interior de São Paulo

De acordo com o Tenente Clayton Bortoletti, não foi possível comprovar que o homem fazia o comércio das espécies silvestres. "Ali na hora não conseguimos provar esse tipo de crime, mas pela quantidade de animais apreendidos, ele provavelmente fazia algum tipo de comercialização das aves. Os pássaros estavam sem água e muito mal armazenados dentro de viveiros", aponta.

Com todos crimes constatados pelos Policiais Militares, o homem recebeu aproximadamente R$ 1 milhão em multas (RS 124 mil por manter aves nativas em cativeiro e RS 747 mil por maus tratos) e foi encaminhado para Distrito Policial.

Extinção do tráfico: Polícia Ambiental apreende 30 mil animais por ano em São  Paulo

Os pássaros apreendidos foram levados para o Batalhão da Polícia Militar Ambiental de Sorocaba e depois foram soltos no Parque Chico Mendes. Assista ao momento da soltura no vídeo abaixo:


Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/policia/2017-11-03/policia-militar-ambiental.html