PMDB permanece dividido entre Dilma e Serra no MS

Aliados na sucessão presidencial, PMDB e PT são adversários no Estado

Flávio Paes, iG Campo Grande |

Candidato à reeleição, o governador André Puccinelli – aliado com o PSDB, DEM e PTB – já declarou apoio ao candidato tucano, ex-governador José Serra .

Aliado do governador, o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad (PMDB), apóia a ex-ministra Dilma Roussef .

A presidenciável petista tem como coordenador de sua campanha no Estado outro peemedebista, o senador Walter Pereira.

Na próxima sexta-feira (13), Trad, seu vice, Edil Albuquerque, e o presidente regional do partido, Esacheu Nascimento, vão recepcionar o candidato a vice de Dilma, o deputado Michel Temer.

Temer vem ao Estado para tentar motivar a campanha da ex-ministra que, de acordo com as pesquisas, está atrás do candidato tucano.

O evento, programado para a sede da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) vai criar uma situação, no mínimo, constrangedora para os peemedebistas que apóiam Dilma.

Eles ficarão lado a lado com o ex-governador Zeca do PT, concorrente direto de André na disputa estadual. André condicionou apoio a Dilma se o PT desistisse de lançar um candidato para enfrentá-lo nas urnas.

    Leia tudo sobre: Eleições MSEleições Temer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG